Clique e assine por apenas 6,90/mês

Lindsay Lohan é barrada no palco do The Killers

Atriz "causou" em festa na quinta e tentou, em vão, ver apresentação no palco e entrar no camarim da banda americana

Por Ricky Hiraoka - Atualizado em 5 Dec 2016, 16h11 - Publicado em 1 Apr 2013, 14h16

À convite da grife John John, Lindsay Lohan e suas dezoito malas desembarcaram em São Paulo na última semana. Depois de causar na festa da revista Billboard na quinta (28), onde sentou embaixo da mesa do DJ para se esconder do assédio de fãs, ela foi ao festival Lollapalooza, na sexta, e também fez estragos por lá. A reportagem seguiu os passos dela na cidade.

Antes de chegar ao evento da Billboard, ela brigou com a moça morena que a acompanhava, apontada pela equipe como sua namorada. A atriz queria ferver na pista, enquanto a acompanhante insistia em ir para o hotel.

Lindsay ficou no celular o tempo inteiro falando com a irmã mais nova. A todo momento, dizia: “Eu a amo. Ela é minha melhor amiga.”

No Lollapalooza, tentou, em vão, ver o show do The Killers do palco e encontrar a banda no camarim, mas a ideia foi vetada pelos músicos. Ela ainda se jogou no fosso (espaço entre o palco e o público onde só ficam seguranças) para conferir a apresentação, mas foi retirada de lá.

Após o Lollapalooza, Lindsay e sua trupe foram ao Cine Joia ver a apresentação do grupo Hot Chip. Ao chegar no local, pediu para buscarem um sanduíche do McDonalds. No espaço reservado para ela, Lindsay ficou tentando fumar. E uma hora soltou um sonoro “Fuck you!” para o bombeiro que pediu para ela apagar o cigarro.

Durante todo o show, Lindsay estava apática, tirando fotos no celular. Ela só se animou quando a banda tocou o hit Over and Over.

Entediada no Cine Joia, ela pediu para ir a uma balada que não fosse gay. A boate escolhida foi a Disco, onde chegou por volta das 2h30 e bebeu muita vodca.

Ela embarcou no sábado para Santa Catarina, onde tinha mais compromissos com a grife John John, e deve partir hoje do Brasil.

Publicidade