Continua após publicidade

Justiça condena “monstro da favela Alba” a 103 anos de prisão

Pena a serial killer foi imposta pela morte de cinco pessoas; ele já está preso por estupro e antes havia sido condenado pelo assassinado de dois homens

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
18 mar 2022, 15h41

O pintor Jorge Luiz Morais de Oliveira, conhecido na crônica policial como “monstro da favela Alba”, foi condenado pela justiça a 103 anos de prisão pela morte de cinco pessoas no ano de 1995. O julgamento foi concluído nesta quinta-feira (18) no Fórum Criminal da Barra Funda, na zona oeste da capital.

+Alesp aprova processo que pode culminar na cassação de Arthur do Val

O serial killer ficou conhecido por essa alcunha pela referência a uma localidade no bairro de Jabaquara, na zona sul da cidade de São Paulo, nas imediações de onde ele foi acusado e condenado por cometer os crimes, a rua Alba.

A denúncia aponta que Oliveira apresenta comportamento psicopata e escolhia as vítimas por serem mulheres homossexuais, transexuais, travestis e viciados em drogas. Leia neste link reportagem da Vejinha que traz mais detalhes sobre o serial killer.

Continua após a publicidade

+Justiça marca julgamento de médico Nabil Ghorayeb

Quatro das vítimas morreram por asfixia, e outra, um homem, esfaqueado. Além de matar as suas vítimas, ele também enterrava os corpos em sua casa. Apesar de ter sido condenado por cinco mortes, ele pode ser o autor de um total de oito assassinatos.

O júri teve início na quarta-feira (16) e foi encerrado na tarde desta quinta-feira (17). Por estar preso –atualmente ele cumpre pena em um presídio do interior do estado, ele foi interrogado por videoconferência.

Continua após a publicidade

+Campo de Marte: Bolsonaro assina acordo com Nunes e São Paulo encerra litígio judicial de seis décadas

Ele já está preso por ter sido condenado por estupro. Na ficha corrida do serial killer, ainda constam outras duas mortes –atirou em um e jogou um bloco de concreto contra outro.

Cabe recurso da decisão.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.