Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Jogador do Corinthians Danilo Avelar admite ter cometido ato racista

Enquanto jogava uma partida online de CS:GO, o atleta xingou outro usuário e pediu desculpas pelo episódio nas redes sociais

Por Redação VEJA São Paulo 23 jun 2021, 12h33

O jogador do Corinthians, Danilo Avelar, se pronunciou e admitiu ter cometido um ato de racismo na madrugada de terça para esta quarta-feira (23). A ofensa aconteceu durante uma partida de Counter-Strike: Global Offensive, um jogo online.

Durante o jogo, Avelar escreveu para outro usuário “Fih de rapariga preta”. Ele estava em uma plataforma privada de gerenciamento de partidas no momento em que fez o comentário. 

Rapidamente, o print de seu xingamento viralizou pela internet. O jogador alterou informações do seu perfil na plataforma do game, como nome e foto. Nas redes sociais, o jogador dizia estar tentando entender o que aconteceu durante a noite, até que na tarde desta quarta ele postou uma nota admitindo ter cometido o ato racista. 

Continua após a publicidade

“Venho aqui falar para vocês sobre a injúria de conotação racial que tem rolado pelas redes sociais atrelada ao meu nome. Antes de mais nada, quero admitir o meu erro. (…) Todos sabem que eu jogo CS:GO e, em uma das partidas, fui ofendido por um jogador estrangeiro na minha condição de brasileiro. Perdi a cabeça, mas, infelizmente piorei a situação: cometi o grave erro de escrever a um adversário uma frase de conotação racista”, admitiu no comunicado. 

Veja abaixo a nota na íntegra divulgada nas redes sociais de Danilo Avelar. O último posicionamento do Corinthians veio antes do comunicado de Avelar, afirmando que “tomou conhecimento do incidente que envolveu o nome do atleta Danilo Avelar nas redes sociais e que está apurando os fatos e o contexto. Atualizaremos nossa posição tão logo seja possível”.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade