Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Governo paulista anuncia 10 000 vagas para bolsa mensal de 330 reais

O beneficiário precisa trabalhar seis horas por dia, durante quatro dias na semana e frequentar aulas de capacitação

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 17 ago 2020, 15h02 - Publicado em 17 ago 2020, 15h01

Nesta segunda-feira (17), o governo de São Paulo anunciou que vai ampliar um programa que dá R$ 330,00 por mês para pessoas desempregadas. Quem receber o benefício deverá trabalhar para a prefeitura de sua cidade durante quatro dias na semana, além de participar de cursos de qualificação profissional ou alfabetização.

Serão criadas mais 10 000 vagas em todo o estado. Em 2020, o programa já beneficiou 8 523 pessoas em 344 municípios. “Nós estamos olhando para a população desempregada, que precisa do auxílio emergencial nesse momento em que estamos vivendo, mas também uma oportunidade de que esse auxílio, quando acabar, essa pessoa tenha uma oportunidade de vida”, disse a secretária de Desenvolvimento Econômico de São Paulo, Patrícia Ellen.

Quem pode participar

Podem participar do programa pessoas maiores de 17 anos que residam no estado de São Paulo por, no mínimo, dois anos. A pessoa também deve comprovar que está desempregada por pelo menos um ano.

As inscrições serão feitas em locais definidos pelas prefeituras conveniadas e, além do auxílio, o cidadão também será contemplado com um seguro contra acidentes pessoais.

O programa tem duração de 6 a 9 meses. O participante deve trabalhar seis horas por dia durante quatro dias na semana em áreas como zeladoria, limpeza, conservação e manutenção de órgãos públicos municipais. Os cursos obrigatórios com carga horária de 150 horas são oferecidos pelo Centro Paula Souza.

Continua após a publicidade
Publicidade