Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Fiscalização interrompe festa clandestina com mais de 600 pessoas

Evento acontecia na Zona Oeste da capital; dois outros estabelecimentos foram autuados durante a madrugada deste domingo (4)

Por Redação VEJA São Paulo 4 jul 2021, 12h32

O Comitê de Blitze encerrou na madrugada deste domingo (4) uma festa clandestina na Vila Jaguará, Zona Oeste da capital, com 620 pessoas, 308 delas sem máscara.

O evento acontecia no subsolo do bar Up Hookah Bar, na Avenida Cândido Portinari. Segundo a força-tarefa, o espaço não tinha saída de emergência e nem sistema de ventilação. O estabelecimento foi multado e aparelhos de som e máquinas de cartão apreendidos.

Outros catorze endereços foram inspecionados com dois deles autuados por descumprimento das regras de combate à pandemia, um na Vila Madalena e outro no Paraíso.

Para denunciar festas clandestinas e funcionamento irregular de serviços não essenciais basta ligar para o 0800-771-354, acessar o site ou enviar e-mail para secretarias@cvs.saude.sp.gov.br, do Centro de Vigilância Sanitária. A denúncia pode ser anônima.

Assine a Vejinha a partir de 8,90 mensais

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade