Clique e assine por apenas 5,90/mês

Filho de Zavascki fez alerta sobre possíveis ameaças à família

Francisco Prehn Zavascki escreveu a respeito de represálias à Lava Jato no Facebook no ano passado

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 19 jan 2017, 19h12 - Publicado em 19 jan 2017, 18h32

Uma mensagem publicada em maio do ano passado por Francisco Prehn Zavascki, filho do ministro Teori Zavascki, morto nesta quinta (19) em um acidente de avião, está sendo muito compartilhado nas redes sociais. Em post no Facebook, Francisco fala em possíveis “ameaças a sua família” por conta dos desdobramentos da Operação Lava Jato. Leia:

025

É óbvio que há movimentos dos mais variados tipos para frear a Lava Jato. Penso que é até infantil que não há, isto é, que criminosos do pior tipo (conforme MPF afirma) simplesmente resolveram se submeter à lei! Acredito que a Lei e as instituições vão vencer. Porém, alerto: se algo acontecer com alguém da minha família, vocês já sabem onde procurar…! Fica o recado!“, escreveu.

O compartilhamento da mensagem vem junto de uma especulação dos internautas sobre uma suposta “queima de arquivo”. À época, Teori chegou a comentar com alguns veículos sobre a postagem do filho e minimizou a existência de ameaças. “Não tenho recebido nada sério“, disse o ministro à EBC. 

O jurista de 68 anos seria o responsável por homologar as delações de executivos da construtora Odebrecht na próxima semana, retorno do recesso no Judiciário.

 

Continua após a publicidade
Publicidade