Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Filho de Bruno Covas, Tomás, de 15 anos, foi companheiro inseparável

O adolescente esteve ao lado do pai durante todo o tratamento e ao longo da campanha eleitoral para a prefeitura de São Paulo

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 16 Maio 2021, 16h41 - Publicado em 16 Maio 2021, 16h36

Um dos momentos mais emocionantes do velório de Bruno Covas foi a despedida do filho Tomás, de 15 anos, que se debruçou sobre o caixão do pai antes que ele fosse fechado para que seguisse em cortejo por ruas da capital paulista. O corpo do prefeito seguirá para a cidade de Santos, onde  será enterrado.

Tomás foi companheiro inseparável do pai durante a batalha contra o câncer. Ao longo do tratamento, o adolescente deu forças ao político. No dia 26 de abril, em postagem nas redes sociais, Covas escreveu: “Enfrentar, combater e vencer. A luta pela vida continua, e com você ao meu lado, a vontade de vencer é gigante. Obrigado por estar sempre aqui, filho. Eu te amo.”

Pai e filho compartilhavam a paixão pelo Santos, time de coração. Em um episódio polêmico, Covas chegou a levar o filho até o estádio em meio à pandemia de Covid-19 e foi duramente criticado. Na época, disse que tinha resolvido tirar mais 3 dias de licença não remunerada para aproveitar uns dias com o filho.

“Fomos ver a final da libertadores da América no Maracanã, um sonho nosso. Depois de tantas incertezas sobre a vida, a felicidade de levar o filho ao estádio tomou uma proporção diferente para mim. Ir ao jogo é direito meu. É usufruir de um pequeno prazer da vida”, disse. O Santos fez uma homenagem ao político.

Continua após a publicidade

No dia do aniversário de Covas, Tomás ‘invadiu’ o perfil oficial do pai no Instagram para lhe desejar parabéns. Em um vídeo, disse que Bruno Covas era uma inspiração. “Pode sempre contar comigo, eu te amo”, declarou-se.

Covas fazia questão de mostrar a relação que nutria com o filho ao público. Tomás acompanhou o pai durante a campanha eleitoral para a prefeitura de São Paulo em 2020. Quando Covas venceu as eleições, o jovem estava a seu lado. “Como se não bastasse me acompanhar em toda a campanha hoje saltou de paraquedas comigo. Obrigado Tomás ! Te amo filho”, escreveu o político ao cumprir promessa. 

A última postagem dos dois juntos aconteceu no dia 4 de maio. Bruno Covas, já internado, posou ao lado do filho. O prefeito agradeceu às orações e torcida da população e disse que estava esperançoso.

View this post on Instagram

A post shared by Bruno Covas (@brunocovas)

No velório do pai, Tomás usou a camiseta da juventude do PSDB, grupo ao qual pretende fazer parte. Em entrevista durante a campanha eleitoral, ele manifestou esse desejo assim que completar 17 ou 18 anos. À época, ao Estadão, Bruno Covas comentou: “Qualquer pai fica feliz ao saber que é uma referência. Independentemente da escolha que ele fizer, me enche de orgulho.”

Continua após a publicidade

Publicidade