Clique e assine por apenas 6,90/mês

Doria recebe flores por mortos nas marginais e atira no chão

Prefeito recebeu "presente" de ciclista na Avenida Paulista

Por Redação VEJA São Paulo - 30 Apr 2017, 14h26

Na saída da inauguração da Japan House na Avenida Paulista na manhã deste domingo (30), o prefeito João Doria recebeu flores de uma ciclista como uma homenagem aos mortos nas marginais. De acordo com o site de notícias G1, Doria não pegou as flores. A mulher, então, se debruçou na janela do passageiro e colocou a planta no painel do carro. O prefeito pegou as flores e jogou-as no chão para fora do carro. “Agradeço”, disse o prefeito, segundo o portal.

Desde o dia 25 de janeiro, data da implementação do novo limite de velocidade, sete pessoas morreram nas Marginais em decorrência de acidentes. Em nota, a prefeitura diz que “o prefeito reagiu a um gesto invasivo e desnecessário.”

Momentos antes, Doria já tinha atendido outro ciclista que pedia para que não desativasse as ciclovias na periferia.

Em tempo: a prefeitura contabilizou 266.500 reais em prejuízos a bens públicos, tais como lixeiras e sinalização de trânsito, em razão das depredações ocorridas na sexta-feira. Na nota, a prefeitura “reafirma que acionará a Justiça para recuperar o prejuízo ao erário público e obter a indenização.”

Publicidade