Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Criminosos fazem reféns e roubam caixa eletrônico durante festa na PUC

Seis funcionários foram rendidos e passaram quarenta minutos sob a mira dos assaltantes

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 5 dez 2016, 12h39 - Publicado em 29 mar 2015, 20h01

Três criminosos roubaram dinheiro de dois caixas eletrônicos na madrugada deste sábado (28), dentro da Pontifícia Universidade Católica (PUC), em Perdizes, Zona Oeste da capital paulista. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), o trio fez seis funcionários reféns durante uma festa que ocorria na universidade e fugiu.

O crime ocorreu às 1h06 deste sábado. Os funcionários foram rendidos por dois dos assaltantes e ficaram trancados em uma sala de monitoramento por quarenta minutos. Após a ação, um dos funcionários conseguiu chamar a Polícia Militar, que constatou no local que dois caixas eletrônicos haviam sido arrombados e o dinheiro levado. 

+ PUC perde 361 alunos por ano e terá reestruturação

Segundo a SSP, o valor roubado não foi informado. O trio levou ainda centrais de monitoramento da PUC. Até o momento, nenhum dos criminosos foi localizado pela polícia. O caso foi registrado no 91.º Distrito Policial (DP), Ceasa, como roubo, e será investigado pelo 23.º DP, em Perdizes.

Em fevereiro, a PUC baixou uma determinação interna proibindo a realização de festas no interior da faculdade, com previsão de punição aos alunos. Segundo a instituição, por causa dos eventos, ela foi multada três vezes em R$ 35 mil no ano passado por excesso de barulho, além das queixas de vizinhos.

Após a medida, a reitoria da PUC foi invadida por um grupo de ao menos 100 alunos no último dia 17. A reitoria da universidade afirmou que a invasão estava relacionada à proibição das festas dentro do campus. Os alunos dissem que as reivindicações eram outras, como falta de transparência na gestão dos cursos e reajuste das mensalidades.

Continua após a publicidade
Publicidade