Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Clínica de Reabilitação na Zona Sul de SP é investigada por maus-tratos

Cerca de 20 internos, sendo um deles menor de idade, foram resgatados do local

Por Redação VEJA São Paulo 22 nov 2021, 19h04

Dois homens, de 30 e 38 anos, donos de uma clínica de reabilitação em Parelheiros, Zona Sul de São Paulo, estão sendo investigados por maus-tratos.

Guardas municipais receberam a denúncia na última quinta-feira (18), após agentes da Unidade de Vigilância em Saúde de Parelheiros registrarem os abusos na instituição, localizada na Rua Benedito Shunck. No mesmo dia, cerca de 20 internos que estavam presos em um alojamento no local foram libertados. Um deles era menor de idade.

Na clínica, os guardas verificaram que a cozinha não seguia os protocolos sanitários para o armazenamento de alimentos. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) afirmou que o menor foi encaminhado ao conselho tutelar e que será levado aos pais.

O local ainda passará por perícia. O caso foi registrado como maus-tratos no 101º Distrito Policial e encaminhado para o 25º DP para que prossigam as investigações.

Continua após a publicidade

Publicidade