Clique e assine por apenas 5,90/mês

Por que o céu de São Paulo escureceu tão cedo nesta segunda (19)?

Conversamos com o meteorologista Marcelo Pinheiro, que explicou o fenômeno atípico

Por Guilherme Queiroz - Atualizado em 19 ago 2019, 17h40 - Publicado em 19 ago 2019, 17h02

Na tarde desta segunda-feira (19), o céu da capital ficou escuro bastante cedo. O dia virou noite e o sol quase não apareceu. O fato curioso chamou atenção dos paulistanos, que inundaram as redes sociais com fotos da paisagem inusitada.

A explicação, contudo, vai além do tempo chuvoso e a chegada de uma frente fria do litoral do estado. “Nuvens carregadas deixam esse aspecto escurecido, mesmo no meio da tarde. Tivemos até a incidência de raios por aqui”, diz Marcelo Pinheiro, meteorologista do Instituto Climatempo.

Outros fatores ajudaram no fenômeno. “Contribuindo também [para a formação do céu escuro], tivemos o transporte de fumaças de queimadas do interior para a faixa leste [onde fica a capital].” Pinheiro explica, no entanto, que a queima de vegetação não ocorreu no nosso estado.

A fumaça veio dos incêndios que têm atingindo a região centro-oeste do país, em estados como Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, e também outros países, a exemplo da Bolívia. “Houve a combinação disso tudo”, afirma o meteorologista.

Confira algumas fotos postadas pelos internautas:

Continua após a publicidade
Publicidade