Clique e assine por apenas 6,90/mês

Cartas da edição 2584

A opinião do leitor

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 14 Feb 2020, 16h02 - Publicado em 1 Jun 2018, 10h09

Educação para adultos

Parabéns pela reportagem (“Volta às aulas”, 30 de maio). A história do Centro Estadual de Educação para Jovens e Adultos Dona Clara Mantelli é muito boa. Sempre vejo a instituição quando passo pela Radial Leste. André Amaral Floriano

Estudo é atividade para a vida toda. Nunca se deve parar de aprender. Fabio Ruiz de Andrade

Ótima matéria. É muito legal ver a felicidade das pessoas que voltam a estudar. Claudia Lima

Continua após a publicidade

A cabeleireira angolana Yakene Cata, citada na reportagem, só agrega cultura. É uma guerreira que veio ao país para lutar pelos seus sonhos. Nós, brasileiros, temos muito a aprender com ela. Mimi Cavalheiro

O abandono de Itaquera

É o entorno da Arena Corinthians que deprime até o mais orgulhoso torcedor do time (“O legado Itaquerão”, 30 de maio). Fausto Ferraz Filho

Finalmente falaram desse bairro. O terminal de ônibus está às moscas, e há lixo e desordem nos arredores. Dênis Inácio

Continua após a publicidade

A crise do Futurama

Quem tem um mercado desses por perto sabe que faz mais de um ano que a situação é ruim (“Fim de feira”, 30 de maio). Vários estabelecimentos já estão praticamente fechados, sem mercadorias. Thais Cacciacarro Bueno

Fico muito triste em ver essa situação, pois esse supermercado me atendeu por anos. Tania Lacerda de Almeida, via Facebook

Mário Viana

Continua após a publicidade

Brilhante texto na VEJA SÃO PAULO (“Apertaram o cinto”, 30 de maio). A divisão de aviões em duas classes é uma discriminação odiosa. Mario Krutman

Quando estou a bordo, seja no conforto da primeira classe, seja na econômica, não vejo a hora de descer do avião! Nesse caso, prefiro um bom papo no “aperto” ao isolamento da parte da frente da aeronave. Stela Marxen

Publicidade