Continua após publicidade

Brincando de meditar

Os exercícios de pausa e reflexão são ferramentas que possibilitam a conexão com um mundo ideal

Por Da Redação
Atualizado em 17 Maio 2024, 10h34 - Publicado em 20 out 2014, 15h29

Taynã Malaspina Bonifácio, 29, tem uma missão: estimular a espiritualidade e a contemplação nas crianças por meio da prática da meditação. Seu trabalho em projetos como Brincando de Meditar, que visa fazer parte da programação de escolas e de centros de cultura, esportes e bem-estar, e Medite com o Seu Filho tem como uma das fontes de inspiração o empreendedor social bengali Muhammad Yunus. O Nobel da Paz acredita que cada pessoa cria a própria vida. E sugere que, antes de criarmos nosso mundo, devemos imaginar que tipo de mundo queremos. E depois começar a criá-lo.

+ Conheça outras histórias inspiradoras

“Fazendo uma analogia, somos co-criadores do mundo das nossas crianças. Busco um mundo no qual as crianças cresçam como crianças e não com as pressões e a agenda de um ‘mini-executivo’. Um mundo em que exista a pausa para o silêncio. Um mundo no qual as crianças sejam conectadas com sua essência e não com tablets e smartphones”, explica Taynã. E, para a coach, a meditação é uma ferramenta que possibilita a conexão com esse mundo ideal. Seu projeto Brincando de Meditar visa atingir as crianças em horário escolar para transmitir essa prática. Ainda são muitos os desafios encontrados por Taynã, que é especializada em meditação cristã:

“A maior dificuldade é conseguir implantar o projeto dentro das escolas diante das burocracias e processos de aprovação. Muitas escolas ainda têm restrições. Ainda que a meditação seja uma prática universal, presente em quase todas as religiões e de os encontros acontecerem dentro de um espaço de liberdade e abertura, ainda temos essa barreira”, conta.

Continua após a publicidade

Apesar dos obstáculos, Taynã emplacou o projeto em um grande colégio católico e na Liga Solidária, que atende a cerca de 10 mil crianças, jovens e adultos com seus programas. Há outras limitações: “Coordeno o projeto em caráter voluntário e assim tenho que conciliar essas atividades com a minha vida profissional, o que torna a expansão mais lenta”, diz. Mas ela mantém seu sonho no foco. 

Mestre em Psicologia Social, ela acredita que a modernidade tem invadido a vida das crianças com uma série de distrações e estímulos associados ao materialismo. “Podemos observar diversas iniciativas voltadas ao desenvolvimento da esfera TER em detrimento da esfera do SER. As crianças crescem sufocadas por tantas atividades e falta espaço para o cultivo do seu mundo interior.” 

Para disseminar a meditação entre mais crianças, Taynã concluiu que é preciso atrair os pais para desmistificar questões acerca do tema. Para isso, acaba de criar uma iniciativa chamada Movimento Medite com Seu Filho, que preza pela equação “+ meditação – televisão + consciência – consumismo”.

Continua após a publicidade

As ações buscam estimular a prática do silêncio e da pausa na relação entre pais e filhos por meio de oficinas. A primeira será neste mês de outubro, em uma das instituições de Filosofia mais renomadas da cidade, na região dos Jardins. O plano é decolar: “Quero formar multiplicadores para conduzir essas oficinas em condomínios, hospitais, comunidades e outros ambientes”, afirma. Vontade e confiança não faltam. “O maior presente que podemos oferecer às crianças é estimular sua mente aberta, seu coração cheio de compaixão e sua criatividade vibrante”, conclui.

Nome: Taynã Malaspina Bonifácio

Profissão: Coach e consultora empresarial

Continua após a publicidade

Atitude transformadora: Criou o projeto Brincando de Meditar

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.