Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Juiz manda leiloar mansão de ex-banqueiro por 116,6 milhões de reais

Propriedade de 4 100 metros quadrados no bairro Cidade Jardim pertencia a Edemar Cid Ferreira, ex-dono do Banco Santos

Por VEJA SÂO PAULO Atualizado em 1 jun 2017, 17h02 - Publicado em 4 mar 2015, 11h12

O juiz da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais, Paulo Furtado de Oliveira Filho, determinou o leilão da mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira pelo valor inicial de 116,6 milhões de reais. Ainda não existe data para a venda do imóvel no bairro Cidade Jardim.

Os bens serão leiloados para quitar as dívidas com os credores do Banco Santos, que sofreu intervenção em 2004. A falência da instituição foi decretada em 2005. Um ano após, a Justiça condenou o ex-banqueiro a 21 anos de prisão, por formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e gestão fraudulenta. Ele chegou a ficar 89 dias na cadeia, mas atualmente recorre em liberdade.

Sala da mansão de Edemar Cid Ferreira
Sala da mansão de Edemar Cid Ferreira

+ Vídeo do projeto Gladiadores da Universal causa polêmica na web

Projetada pelo arquiteto Ruy Ohtake , a propriedade tem 4 100 metros quadrados de área construída. O imóvel possui três elevadores, duas piscinas aquecidas e duas garagens com capacidade para mais de cinquenta veículos. A residência tem ainda automação completa gerenciada por sistema eletrônico, além de poços artesianos.

Algumas das obras de artes catalogadas serão leiloadas junto com a mansão. O imóvel deve ir para vendido assim que as dúvidas sobre os valores das peças forem solucionadas, o que deve acontecer em trinta dias.

Continua após a publicidade
Publicidade