Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Avião da Azul faz pouso de emergência após ocorrência de fumaça

A aeronave, que tinha como destino a cidade de Campinas, precisou aterrissar no aeroporto do Galeão por problemas técnicos, segundo a companhia

Por Redação VEJA São Paulo 13 abr 2021, 11h21

Um voo da companhia aérea Azul precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, após um piloto relatar ocorrência de fumaça e cheiro de queimado. Com decolagem na tarde de segunda-feira (12) em Santos Dumont, seu destino era a cidade de Campinas. 

A Diretoria de Qualidade e Segurança Operacional da Azul informou por meio de circular encaminhada aos passageiros que os pilotos começaram a descer após identificarem a ocorrência. Foi declarado emergência e, segundo o informe, a fumaça desapareceu enquanto a aeronave descia. 

Também foi relatado que, após o pouso em segurança, dois tripulantes se sentiram mal nos momentos de tensão e precisaram ser atendidos por profissionais de saúde do aeroporto. Não houve mais registro de fumaça.

A Azul se pronunciou por meio de nota afirmando que a mudança de destino foi ocasionada por problemas técnicos. Foi ressaltado que o pouso e desembarque ocorreram sem complicações e que todos os clientes foram realocados para outro voo, que saiu do próprio aeroporto do Galeão. 

A companhia lamentou quaisquer aborrecimentos causados pela situação e afirmou que presta a assistência necessária. A companhia também reforçou que ações como essas são necessárias para garantir a segurança de suas operações.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

  • Continua após a publicidade
    Publicidade