Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

As percepções sobre saúde, mobilidade e educação do morador de São Paulo

Pesquisa realizada pelo Instituto Orbis aponta quais são os principais problemas na percepção do paulistano

Por Sérgio Quintella Atualizado em 6 nov 2020, 10h05 - Publicado em 6 nov 2020, 09h42

De cada dez paulistanos, sete são contrários à volta às aulas neste momento. Por outro lado, metade dos alunos de escola pública não está conseguindo cumprir as tarefas escolares à distância. “Grande parte da população de São Paulo está de certa forma cansada dos velhos problemas que afligem a cidade e suas vidas. A pesquisa deixa claro que as pessoas esperam soluções rápidas e mais pragmáticas”, afirma Márcio Pereira, diretor de operações e pesquisa do Instituto Orbis. Veja nas galerias abaixo as principais impressões dos moradores da capital sobre a política pública, saúde, mobilidade e educação:

SAÚDE, AÇÕES DA PREFEITURA E POLÍTICA

MOBILIDADE

EDUCAÇÃO

Sobre a pesquisa: o Instituto Orbis entrevistou 1.186 pessoas, por telefone, entre os dias 28 e 29 de outubro. A margem de erro é de 2,9 pontos percentuais, com índice de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral, com o número SP-06409/2020.

Continua após a publicidade

+VEJA MAIS

+Metade dos paulistanos não lembra em quem votou, aponta pesquisa

+Oito em cada dez projetos aprovados pela Câmara são irrelevantes

+Assine a Vejinha a partir de 5,90

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 11 de novembro de 2020, edição nº 2712. 

Continua após a publicidade
Publicidade