Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Após roubo a Mercedes, Sauber sofre tentativa de assalto

Integrantes da suíça Sauber afirmaram terem sido vítimas de uma tentativa de assalto na noite de sábado (11)

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 12 nov 2017, 11h33 - Publicado em 12 nov 2017, 11h25

Depois que mecânicos da Mercedes foram assaltados na sexta (10), integrantes da equipe suíça Sauber afirmaram terem sido vítimas de uma tentativa de assalto na noite de sábado (11).

Ruth Buscombe, engenheira da escuderia, descreveu uma ameaça em um post no Twitter. De acordo com ela, a van que levava os membros da equipe foi atingida por um carro, nos arredores do Autódromo de Interlagos.

“Tenha cuidado ao deixar o circuito, mesmo com reforço na segurança. Fomos atingidos por um carro que tentou nos parar. Um outro ia à frente. Apesar do horário incomum (tarde), eles tentaram nos seguir”, contou. A Sauber não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

No sábado (11), o piloto inglês Lewis Hamilton havia feito um desabafo também no Twitter sobre o assalto à Mercedes. Ele reclamou que, todos os anos, o clima é de insegurança para os profissionais da Fórmula 1 no Brasil. A equipe passou, então, a usar escolta policial na cidade.

Continua após a publicidade
Publicidade