Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Após anúncio em rede social, morador de rua reencontra filha

Pedido de ajuda divulgado no Facebook teve mais de 1 milhão de compartilhamentos

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 7 fev 2018, 10h55 - Publicado em 7 fev 2018, 09h42

O morador de rua Emir conseguiu retomar contato com a família, após ter seu pedido de reencontrar a filha divulgado nas redes sociais. Segundo a publicação feita por Mariana Lopes, Emir e sua filha se falaram no último fim de semana.

“Jamais imaginei uma mobilização nessas proporções por conta do Emir e sua filha. Minha intenção foi despretensiosa, quis somente que ele pudesse falar com sua filha, já que foi isso que ele me pediu naquele dia, simples assim. E isso aconteceu”, escreveu Mariana em publicação feita nesta terça-feira (6). “Agora todos nós podemos sair de cena. Para mim ficou um sentimento muito positivo nisso tudo: o mundo tem coisas ruins, mas ainda há muita gente boa propagando o bem”, complementa.

Segundo o site de VEJA, pai e filha estão combinando como e quando o encontro vai acontecer.

O pedido de Emir, que vive no Vale do Anhangabaú, na região central da cidade, repercutiu na internet na última semana. O apelo teve mais de 1 milhão de compartilhamentos no Facebook.

Mariana diz ter encontrado Emir durante festa do aniversário da cidade de São Paulo, no Vale do Anhangabaú. Ela se sentou por um momento no pé de uma árvore para descansar e ele pediu um pouco de vinho.

Depois, durante uma conversa, ele disse que era de Joinville, em Santa Catarina, e pediu para que Mariana ligasse para a filha dele, também residente da cidade. Porém, ele disse que não lembrava do número.

Na publicação, há uma foto de Mariana ao lado de Emir. “Se você for a Elizabete de Joinville que tem um pai chamado Emir, perdido por esse mundão, saiba que seu pai mora no vale do Anhangabaú, acompanhado de Deus e da fé dele, e que ele não entrou em contato com você ainda porque ele não sabe seu número. Mas ele pensa muito em você”, escreveu ela em publicação. “Quem quiser compartilhar, fique à vontade, quem sabe a gente chega até a Elizabete”.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)