Quanto custam as mensalidades das escolas de inglês mais conhecidas?

Precisa aprender um novo idioma? Pesquisamos dez redes da capital, com preços que começam em 199 reais

Falar inglês é uma habilidade quase essencial no mercado atual. Para quem deseja trilhar os primeiros passos no idioma, há várias opções de ensino na capital, com métodos de ensino diferentes. Confira os valores da mensalidade do primeiro módulo de algumas das redes de escola mais conhecidas:

CNA – R$ 259,00

O módulo básico requer dois semestres para ser realizado. Se o aluno quiser continuar no curso, serão necessários mais oito semestres para concluí-lo e conseguir um certificado de Master in English. Utiliza a metodologia comunicativa, que acredita no ensino do idioma de forma contextualizada, com atividades práticas variadas. São 83 unidades na cidade. A taxa de matrícula varia de acordo com a sua unidade de escolha.

CCAA – R$ 340,00

A reportagem apurou que, na unidade Perdizes, não é cobrada taxa de matrícula e a mensalidade sai por 340 reais. O curso básico dura um ano e meio, com três módulos semestrais. As aulas são 100% audiovisuais, com foco em conversação e conteúdos on-line disponíveis. São 25 filiais na cidade.

Fisk – R$ 345,00

Os preços variam muito entre unidades e, por isso, a marca não quis divulgar valores. A reportagem apurou que, na unidade Perdizes, o curso regular custa 345 reais por mês, mais uma taxa de matrícula de 100 reais. O nível básico leva um ano para ser concluído, mas quem quiser seguir até o avançado terá mais cinco semestres pela frente. A escola aposta em recursos audiovisuais e tecnologia como complemento da aula tradicional. Há outras vinte unidades em São Paulo.

Alumni – R$ 543,67

Com foco na conversação no ambiente corporativo, a escola investe em diversas atividades extraclasse, sem valor adicional para os alunos. São quatro unidades em São Paulo e, para efetuar a matrícula, é preciso realizar uma prova classificatória em duas etapas: a primeira é on-line, onde são testados a capacidade do aluno de compreender áudios em inglês e entender regras gramaticais. Depois disso, o interessado marca uma prova presencial, que consiste em uma conversa com um professor. São quatro módulos básicos, sem taxa de matrícula.

Alumni

Alumni (Alexandre-Dumas/Divulgação)

Cel.Lep – R$ 650,00

A escola mistura aulas em sala com laboratórios multimídia. Nos módulos básicos, o aluno tem classes com, no máximo, outros doze colegas. Depois, passa mais cinquenta minutos em laboratório, treinando individualmente em uma cabine e auxiliado por outro professor. São dezoito unidades em São Paulo. É necessário passar por um teste diagnóstico antes de fazer a matrícula, que é gratuita.

Winner – R$ 5 000,00 (pacote com 32 horas/aula), parcelável em até seis vezes

Com uma única unidade em São Paulo, a marca investe em cursos personalizados – em sua maioria, individuais. O interessado passa por um bate-papo online com um especialista, que avalia o nível de inglês e a forma de aprender preferida. A carga horária e o currículo são adaptados à realidade dele e, por isso, a escola não trabalha com mensalidades, mas com pacotes de horas/aula. O estudante paga por determinado pacote de horas (a organização recomenda 32 para concluir um estágio) e vai utilizando-as de acordo com sua disponibilidade. O valor pode ser parcelado em até seis vezes. A taxa de matrícula é única, de 450 reais. Na maioria dos casos, as classes são ministradas na casa ou no escritório do aluno.

Winner

Winner (Winner/Divulgação)

Cultura Inglesa – R$ 354,00 (em oito parcelas)

São 23 unidades e nenhuma delas cobra taxa de matrícula. O curso é dividido em quatro etapas e o aprendizado se vê focado em situações sociais e profissionais, como processos seletivos em inglês, redigir e-mails, descrever eventos, etc.  A prova de nivelamento consiste em uma breve redação e uma conversa com um dos professores da rede.

Pearson

As marcas da Pearson (Wizard, Yázigi e Skill) compartilham algumas semelhanças. As três cobram 150 reais na matrícula e oferecem cursos com duração de seis anos. É necessário fazer uma prova de nivelamento. A diferença fica para a mensalidade, número de unidades e método de ensino. Confira:

Skill – R$ 199,00

São sete unidades em São Paulo. É a mais acessível das três, e seus cursos são categorizados em diferentes objetivos: turismo, mercado de trabalho, estudos ou entretenimento e lazer.

Wizard – R$ 390,00

São 94 unidades na cidade e a marca aposta na inteligência artificial para acelerar o processo de aprendizagem, por meio de um ambiente virtual chamado de Wiz.me. É adepta do ensino híbrido, em que a atividade digital complementa a sala de aula.

Yázigi – R$ 390,00

São 35 filiais. Têm foco em aprendizagem criativa, com várias atividades adicionais (cobradas separadamente), voltadas para a produção artística, atividades físicas e ensino de programação. Promove também atividades complementares nos campos de sustentabilidade e cidadania.

*Preços checados em setembro

E para não perder as notícias mais quentes que rolam sobre São Paulo, assine a newsletter da Vejinha

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s