Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

A história de “Ragatanga” deu um nó na cabeça dos fãs do Rouge

Em um tuíte com mais de 32 000 curtidas, um rapaz decidiu explicar o "verdadeiro" significado da música, que também fez sucesso com o trio Las Ketchup

Por Redação VEJA São Paulo 27 set 2017, 20h01

Se você cresceu nos anos 2000, provavelmente já dançou muito (e ainda dança) ao som de “Ragatanga”, hit do grupo Rouge. O que você talvez não saiba é que a música é uma versão para “Aserejé”, do trio Las Ketchup — as duas canções foram lançadas em 2002, fazendo um sucesso tremendo no Brasil e no mundo e, até hoje, ninguém sabe o que as palavras aparentemente desconexas do refrão significam.

Pois é, todo mundo canta o “aserehe ra de re”, mas ninguém sabe o que os sons representam. Até agora. Na terça (19), o usuário do Twitter @Kueaff explicou o que o refrão significa: “Eu vou me dar ao trabalho de explicar o ‘Asereje’, porque as pessoas pensam que ela não tem sentido mas, na verdade, ela faz um tremendo sentido!“, escreveu o rapaz no tuíte que já tem mais de 32 000 curtidas em apenas uma semana. 

Fãs brasileiros, não se preocupem: “Asereje” e “Ragatanga” são essencialmente a mesma música e a explicação do rapaz não perde o sentido na tradução do espanhol para o português. Tudo começa com a primeira frase: “Olha lá quem vem virando a esquina! / vem Diego com toda a alegria, festejando“. Ou seja, o rapaz chamado Diego é a estrela da composição, a música é sobre ele — argumenta o internauta perspicaz.

  • Com a lua em seus olhos, roupa de água marinha“, a música descreve Diego. @Kueaff argumenta que isso significa que o rapaz tinha usado algum tipo de entorpecente e não tinha muito controle do que estava fazendo. “E com magia e pura alma / ele chega com a dança / possuído pelo ritmo ‘ragatanga’” — agora, Diego chegou ao clube para dançar. Diego, por algum motivo, é amigo do DJ da balada e ele toca sua música favorita: “E o DJ que já conhece/ toca o som da meia-noite para Diego, a canção mais desejada“. 

    E qual a música favorita do Diego? “Rapper’s Delight”, do trio americano Sugarhill Gang, música lançada em 1980. A letra inicial da música é: “I said a hip hop / hippie to the hippie / the hip, hip a hop, and you don’t stop, a rock it out / bubba to the bang bang boogie, boodie to the boogie / to the rhythm of the boogie the beat“. Assim não faz sentido, certo? Mas você já ouviu a música? Assista: 

    Sim, é exatamente o mesmo ritmo do refrão de “Ragatanga” e “Aserejé”. Mas, como o Diego tinha usado muito entorpecentes, ele não conseguia cantar direito e apenas balbuciava: “Aserehe ra de re / de hebe tu de hebere seibiunouba mahabi / an de bugui an de buididipi“. Assista: 

    E, se você ainda está na dúvida, basta assistir ao clipe de “Aserejé”, do trio Las Ketchup.

    No Twitter, os fãs de Rouge já foram impactados pela verdade sobre a composição — e muitos concordam com a teoria do internauta. Mas também teve gente que disse que já tinha resolvido o “mistério” da música, e que dá até para encontrar a história na Wikipedia. Será? Confira a repercussão: 

    As informações são do BuzzFeed.

    Dê sua opinião: E você, o que achou do “verdadeiro” significado de “Ragatanga”? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

    Continua após a publicidade
    Publicidade