Polêmica do dia: em vídeo na web, Marco Feliciano diz que “não existe cura gay”

O pastor, deputado federal e presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados Marco Feliciano divulgou um vídeo na internet para afirmar que “não existe cura gay, porque homossexualidade não é doença”. O polêmico projeto de lei, de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO) e aprovado pela Comissão presidida por Feliciano, permite que […]

O pastor, deputado federal e presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados Marco Feliciano divulgou um vídeo na internet para afirmar que “não existe cura gay, porque homossexualidade não é doença”.

O polêmico projeto de lei, de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO) e aprovado pela Comissão presidida por Feliciano, permite que psicólogos promovam tratamento para a homossexualidade. “Não podemos tolher o direito de um profissional, como um psicólogo, de estudar um assunto que ainda não se colocou nele um ponto final, ainda é uma incógnita, ainda é um fenômeno”, explicou Feliciano.

No vídeo de 17 minutos, Feliciano diz que foi vítima de “desonestidade intelectual” da imprensa, defende os protestos nas ruas e dá “parabéns a todas as pessoas que lutam por seus direitos”. O projeto passará ainda por duas comissões da Câmara antes de ir a plenário. Assista ao vídeo (que já foi clicado por 1 milhão de pessoas):

Enquanto isso, em um quadro do programa CQC, a humorista Dani Calabresa brincou com o tema e foi à Avenida Paulista para prescrever remédios contra a homossexualidade. “Se viadagem fosse doença, a Band era um hospital”, disse. Veja:

Fica a pergunta: a divulgação do vídeo de Feliciano teria algo a ver com as manifestações que estão sendo organizadas contra o deputado? Oito cidades, entre elas São Paulo e Brasília, convocaram para esta quarta (26), protestos para derrubar Feliciano da Comissão de Direitos Humanos. Hmm…

Dê sua opinião: você concorda ou discorda com o projeto da “cura gay”? Aproveite e curta nossa fanpage no Facebook.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s