Ministro da Educação queria citar Franz Kafka, mas diz “o livro do Kafta”

Abraham Weintraub confundiu o nome do escritor Kafka com Kafta, delicioso espetinho de carne moída.

O ministro da Educação do governo Bolsonaro, Abraham Weintraub, se enrolou hoje na hora de citar Franz Kafka, um dos mais influentes escritores do século XX, e uma de suas obras mais famosas, “O Processo”.

Weintraub acabou confundindo Kafka com Kafta, delicioso espetinho árabe de carne moída, ao lembrar de quando foi alvo de um processo administrativo enquanto era professor na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Neste vídeo dá para ouvir em alto e bom som:

Há quem tenha tentado explicar a diferença de uma forma bem visual:

Enquanto em outro tuíte o Xico Sá fez piada com um trecho de “A Metamorfose”, também um livro de Kafka. Os memes levaram a hashtag #Kafta aos Trending Topics do Twitter na tarde desta terça (7).

Na mesma ocasião o ministro disse que seu currículo está “bem acima da média dos últimos 15 ministros que passaram por lá” e que ele “poderia ter entrado na USP aos 14 anos”. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s