Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Fernando Rocha é criticado por bailarinos e rebate no “Bem Estar”

O apresentador chorou na última sexta (29) ao encerrar o quadro "Quem Dança Seus Males Espanta" e chamou atenção nas redes sociais

Por Redação VEJA São Paulo 2 out 2017, 14h31

Na sexta (29), o programa Bem Estar mostrou Fernando Rocha chorando após o fim do quadro “Quem Dança Seus Males Espanta” — clique aqui para relembrar o momento. A postura do coreógrafo responsável pelo projeto, Ivaldo Bertazzo, foi duramente criticada pelos espectadores. “Todo espetáculo pode sofrer alterações até o último dia de ensaio“, rebateu.

Na ocasião, o programa mostrou Bertazzo se irritando com o desempenho dos participantes amadores e chegou a mandar uma integrante calar a boca. O coreógrafo substituiu os bailarinos profissionais e revoltou Fernando Rocha, que tentou abandonar o ensaio. Ele ganhou um papel a contragosto, mas acabou deixando de vez o projeto. A polêmica ganhou um novo capítulo na manhã desta segunda (2).

O apresentador recebeu uma carta assinada pelos participantes do projeto “Cidadão Dançante”, indignados com a edição do programa matinal da Rede Globo. Fernando leu a mensagem assinada por 27 bailarinos, dizendo que o apresentador não foi expulso e se declararam “surpresos, incrédulos, indignados e tristes” com o Bem Estar. “A parte que você saiu não passou de três minutos em um espetáculo que dura 1h15 e nenhum bailarino profissional foi chamado para substituir ninguém“, diz a mensagem — clique aqui para assistir.

Você ataca o projeto e ao Ivaldo e, com isso, ataca a todos nós. Ao contrário do que você afirma, conseguimos superar e conseguir muitas conquistas. Você sentiu as adaptações feitas no espetáculo como ofensa pessoal. A única desistência foi a sua. Todo o resto do grupo está empenhado e feliz“, diz um trecho da carta. O apresentador, então, rebateu as críticas: “Vocês atribuíram a mim afirmações que de forma algum alguma eu fiz…“.

Eu fui muito claro naquele dia em dizer que fui eu sim que desisti. Em nenhum momento eu falei que fui expulso do espetáculo. O que eu disse foi que eu e outros participantes fomos excluídos de um trecho importante daquela coreografia que representava naquele momento 40% do que havíamos ensaiado e não 40% do total do espetáculo. Eu não tinha como saber na sexta quanto teria esse trecho, só Ivaldo poderia saber e ele não me disse quanto tempo tinha. Eu saí porque sofri durante o processo e não responsabilizei ninguém por isso. Volto a pedir desculpas (pelo mal entendido). Nós respeitamos o projeto!“, disse. Confira a repercussão: 

Continua após a publicidade

Dê sua opinião: E você, o que achou da resposta de Fernando Rocha? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Continua após a publicidade

Publicidade