Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Esta garota superou dois trágicos acidentes da maneira mais inspiradora

Em 2009, quando ela tinha apenas 17 anos, a jovem Kellie Mencel se envolveu num grave acidente de carro. Ela dormiu no volante enquanto dirigia a 100 km/h e acordou quando o carro já estava capotando. A garota foi levada para o hospital e, a partir daí, passou a ter pânico de dirigir e de carros em […]

Por Tatiane Rosset Atualizado em 26 fev 2017, 16h29 - Publicado em 26 Maio 2015, 19h41

0

Em 2009, quando ela tinha apenas 17 anos, a jovem Kellie Mencel se envolveu num grave acidente de carro. Ela dormiu no volante enquanto dirigia a 100 km/h e acordou quando o carro já estava capotando. A garota foi levada para o hospital e, a partir daí, passou a ter pânico de dirigir e de carros em geral.

+ Marido surpreende esposa internada no aniversário de 57 anos do casal
+ Professor gato de matemática faz ensaio sensual para revista

Uma semana após receber alta, a família de Kellie decidiu levá-la para a casa de veraneio da família para arejar um pouco a cabeça. No entanto, uma nova (e ainda mais traumática) tragédia aconteceu: ao tentar ligar o barco da família, o motor do veículo explodiu e pegou fogo, atingindo Kellie e seu pai.

Quando eu sai da água, a dor era tão forte que eu achei que ia morrer“, a garota contou ao Buzzfeed. As primeiras etapas da recuperação de suas queimaduras foram as mais difíceis: “As pessoas me diziam que eu era um milagre e uma pessoa forte. Então eu tentei parecer forte, mas eu sabia que estava lidando com depressão e ansiedade. Após um ano eu me permiti ficar chateada e parei com essa ideia de ‘pessoa forte’”, ela conta.

001

O processo de recuperação de Killie foi longuíssimo: “Eu tive que aprender a andar novamente. Eu não podia queimar minha pele no sol por dois anos — então eu me cobria dos pés a cabeça em roupas e usava um guarda-chuva. Eu definitivamente recebia olhares estranhos na rua, especialmente com a minha pele rosa, falta de cabelo e sem sobrancelhas. E eu tinha que hidratar a minha pele cinco vezes por dia durante dois anos“, ela conta.

Continua após a publicidade

0002

Para superar este longo e difícil capítulo de sua vida, Killie diz que contou com dois auxílios essenciais: sua família e exercícios físicos. “Viver um estilo de vida saudável e ativo foi a minha salvação. Minha família também me ajudou incrivelmente. Minha mãe estava sempre ao meu lado, ela é meu anjo. Ela teve que me dar banho, me levar ao banheiro, pentear meu cabelo — o que você pensar, ela fez“.

O seu pai também ajudou incrivelmente no processo de recuperação: “Nós estávamos passando por isso juntos, e ele nunca pensou nele“, Kellie conta. Após anos de reabilitação, voltar a rotina do colégio foi uma dificuldade para a garota: “Eu não tinha sobrancelhas e minha pele estava muita crua ainda. Eu recebia olhares de pessoas que não sabiam o que tinha acontecido“, ela conta.

//instagram.com/p/xnuJX4JPji/embed/

As pessoas faziam comentários horríveis sobre a sua aparência e não a escolhiam para seus times de na aula de Educação Física. Mas isso nunca deixou a garota para baixo. Agora com 22 anos, ela está estudando preparo físico e nutrição e trabalha como personal trainer sua conta no Instagram é repleta de frases inspiradoras sobre cuidado próprio, saúde e positividade.

//instagram.com/p/0otn6nJPnV/embed/
//instagram.com/p/uUcLn4pPul/embed/
//instagram.com/p/0FX7udJPra/embed/

Ter um estilo de vida saudável foi o que me ajudou a superar tudo isso. Exercício é a maneira mais eficiente de enfrentar a depressão, mas a menos usada. Para mim, a maior recompensa é poder ajudar as pessoas a alcançarem seus objetivos“, ela conta, sobre sua profissão.

Dê sua opinião: O que você achou da inspiradora história de Kellie? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Continua após a publicidade

Publicidade