Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Este casal não deixou um ciclone estragar o dia do seu casamento

O ciclone foi considerado uma catástrofe, sendo o pior a atingir a cidade australiana de Darwin desde o ciclone Tracy, em 1974

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 25 mar 2018, 16h02 - Publicado em 21 mar 2018, 17h50

Stephanie Joel Pavy não deixaram nada interromper o seu casamento — nem mesmo um ciclone. O departamento de meteorologia de Darwin, na Austrália, previu que o ciclone Marcos chegaria à costa no sábado, 18 de março, o dia da cerimônia do casal. Eles, no entanto, ignoraram os alertas e decidiram proceder com a comemoração independentemente do tempo ruim. O ciclone foi considerado uma “catástrofe”, sendo o pior a atingir a cidade australiana desde o Tracy, em 1974.

O olho da tempestade chegou a Darwin algumas horas mais cedo que o esperado, mas a festa de Stephanie e Joel continuou mesmo com a chuva, o vento e muitas árvores caídas. “Todos deram boas gargalhadas na nossa festa de casamento sobre o dia louco que nós enfrentamos“, Stephanie contou ao BuzzFeed. “Eu tive que enviar uma mensagens aos nossos convidados pela manhã para avisá-los que o casamento ainda estava de pé. Estava preocupada, achei que as pessoas que estavam prestando os serviços poderiam cancelar, mas a minha cabeleireiro e o DJ não tiveram problema algum com o clima“.

Os recém-casados namoram desde os 16 anos de idade e já tiveram que reagendar o casamento uma vez. A maquiadora de Stephanie e a companhia de carro que a levaria até o casamento acabaram cancelando o trabalho na última hora, mas a família da noiva estava lá para ajudá-la: “Minhas sobrinhas são ótimas com maquiagem, então eu liguei para elas para pedir ajuda. A minha irmã e a mãe de uma amiga acabaram nos levando até a cerimônia“.

Continua após a publicidade

O fotógrafo George Fragopoulos também se voluntariou para levar Stephanie e Joel para vários lugares da cidade para fazer vários cliques. “Eu faço registros de casamentos em Darwin desde 2009 e esse foi sem sobra de duvida o mais único“, contou o profissional ao BuzzFeed. “Eu tive que remover a árvore que tinha caído na frente da minha casa para ir trabalhar. Dirigir nas estradas foi difícil, já que tinham árvores caídas e fios de eletricidade por todos os lado“, contou.

Os empecilhos, no entanto, não desmotivaram George: ele acabou usando o desastre natural como cenário para contar uma história de amor. “Todo casamento eu tento contar uma história única e o ciclone foi parte da história do casamento deles. Por isso nós escolhemos fazer as fotos om a família em um parque próximo a festa com árvores caídas, e não no lugar onde a cerimônia foi realizada“. O fotógrafo garante que os noivos seguiram positivos durante o dia e irradiavam alegria, contagiando todos os convidados. “Acredito que o Joel e a Stephanie estavam mais estressados por causa dos convidados, mas as coisas melhoraram com o passar do dia e ver alguns convidados na cerimônia os fez muito felizes“.

Dê sua opinião: E você, o que achou dos cliques do casal? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

Continua após a publicidade
Publicidade