Atriz é criticada por comparar fim dos ‘likes’ à abolição da escravatura

"Não dá pra negar como me sinto: liberta!", escreveu

Desde esta quarta (17), o Instagram no Brasil deixou de exibir o número de curtidas nas imagens, com a intenção de desestimular a competição entre usuários. O caso foi um dos assuntos mais citados durante o dia. A atriz Ana Clara Paim, no entanto, causou incômodo ao comparar o fim da contagem de likes com o fim da escravidão.

Na postagem no Instagram, ela relatou que teve uma sensação de alívio com a mudança no app. “Não dá pra negar como me sinto: liberta! Quantas vezes você já verificou a mesma postagem mais de uma vez pra ver quantos corações havia recebido? Eu boto minha mão no fogo que todo mundo, já ficou feliz por um post ter alcançado um número legal de curtidas e também já se perguntou o por quê outro não deu tanto assim”, escreveu.

O texto completo é um relato de como as redes sociais podem ser nocivas às pessoas e não faz alusão à Lei Áurea, sancionada em 13 de maio de 1888, com exceção ao trecho: “O que era pra fornecer liberdade só nos trouxe de volta à escravidão“. A questão controversa está centralizada na imagem que acompanha o post, onde se vê que compara a data da abolição da escravatura com a retirada da contagem de likes pelo Instagram.

O caso circulou nas redes sociais e diversos internautas criticaram Ana pela comparação. “Não é falta de interpretação de texto, a escravidão não deve ser comparada a nada, entendeu?“, disse uma em resposta aos que defenderam a jovem que também é apresentadora. “A comparação foi muito muito muito infeliz. Não cabe em nenhuma esfera equiparar a maior ferida (ainda aberta) do Brasil, a escravidão de um povo, com os conflitos virtuais/emocionais/quaisquer que sejam. Já é feio banalizar o termo “escravidão”, uma comparação tão explícita assim é inaceitável“, afirmou outro. Veja a publicação:

Após o caso, Ana publicou outro post em que pede desculpas “se alguém se sentiu ofendido“. E pede que parem de enviar mensagens que ela chamou de “absurdas“. Confira:

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s