Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Carol Pascoal - Passagem de Som Por Blog Dicas e novidades sobre o universo musical.

Vanessa da Mata interpreta Tom Jobim em projeto da Nivea

Após homenagear Elis Regina por meio do projeto Viva Elis, no qual Maria Rita interpretava canções da mãe, a Nivea reverencia a obra de outro ícone da música brasileira: Tom Jobim. Os 50 anos do primeiro disco-solo do compositor, The Composer of Desafinado, Plays, é um dos motivos para que ele tenha sido escolhido para […]

Por Leonam Bernardo Atualizado em 27 fev 2017, 11h22 - Publicado em 27 fev 2013, 14h40

A cantora: shows gratuitos em locais públicos (Foto: Carol Pascoal)

Após homenagear Elis Regina por meio do projeto Viva Elis, no qual Maria Rita interpretava canções da mãe, a Nivea reverencia a obra de outro ícone da música brasileira: Tom Jobim. Os 50 anos do primeiro disco-solo do compositor, The Composer of Desafinado, Plays, é um dos motivos para que ele tenha sido escolhido para o tributo. “Ficava tudo centralizado nele, agora temos de lidar com esse legado, o que é muito delicado”, disse Ana Jobim, viúva do artista, em coletiva de imprensa.

A plataforma cultural, que tem curadoria e direção artística sob os cuidados de Monique Gardenberg, realizará apresentações gratuitas em lugares públicos de seis capitais do país – Recife, Salvador, Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. Vanessa da Mata é a cantora escalada para dar voz às pérolas do maestro carioca, enquanto o arranjador Eumir Deodato e o produtor Kassin se unem na concepção do show. “É um prazer assumir essa função, porque a minha carreira tem muita influência de Tom Jobim”, afirmou a cantora. “A música dele é curativa, parece aquela senhorinha do morro que benze e abençoa”.

Monique Gardenberg: responsável pela curadoria e direção artística (Foto: Carol Pascoal)

A seleção do repertório partiu de 140 músicas, mas a lista deve fechar em 25. Assim como ocorreu com Maria Rita na primeira edição do projeto, Vanessa não descarta registrar esse roteiro. “Ser intérprete de Tom Jobim já é uma honra, fazer um disco então…”, afirmou. “Mas pensarei nisso durante o processo.”

A turnê estreia no dia 9 de abril – numa exibição para a imprensa e convidados -,  no Rio de Janeiro, e depois parte para as outras cidades. As datas, contudo, ainda não foram definidas.

Continua após a publicidade
Publicidade