Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Notas Etílicas Por Saulo Yassuda Dicas, novidades e observações do mundo dos bares e das bebidas

O drinque que deu o que falar na festa de Karol Conká no BBB

O moscow mule foi tomado pela primeira vez por alguns dos participantes do programa

Por Saulo Yassuda Atualizado em 18 fev 2021, 17h26 - Publicado em 18 fev 2021, 13h55

Já tomou o moscow mule? Na festa do Big Brother Brasil que rolou na madrugada desta quinta (8), os participantes só tinham olhos (e bocas) para ele. É verdade que nem sempre os brothers o prepararam da forma mais precisa e que muitos não conheciam o coquetel da canequinha de metal. Mas o drinque deu o que falar.

A mistura original, inventada nos Estados Unidos, leva vodca, refrigerante de gengibre (ginger beer) e suco de limão. De acordo com reportagem do jornal The New York Times, teria surgido em 1941.

BBB21 - Moscow Mule Sarah e Carla Diaz
Sarah e Carla Diaz: sisters provam moscow mule Reprodução Globoplay/Divulgação

O moscow mule ganhou novo status no Brasil com uma invenção do bartender Marcelo Serrano. Como o ginger beer mal chegava ao país naquela época, em 2009, ele resolveu trocar, no extinto e saudoso MyNY Bar, o ingrediente por uma espuma de gengibre feita no sifão. E esse item acabou virando sinônimo de moscow mule no país.

A versão da festa do BBB foi à la Serrano, com espuminha. A produção ofereceu um spray já pronto do preparo, que lembra os de chantili, provavelmente da marca Easy Drinks (49 reais nas Americanas).

O spray de espuma já pronta: para colocar no coquetel
O spray de espuma já pronta: para colocar no coquetel Divulgação/Divulgação

Dona da Festa do Líder, cantora Karol Conká foi quem pediu que o coquetel fosse servido. A companheira de confinamento Juliette nunca tinha bebido moscow mule na vida. Perguntou a Caio como se preparava a bebida e queria saber se podia trocar a vodca pelo gim. “Não gosto de vodca”, disse a sister. Mal sabe ela que, sim, há uma versão feita com o destilado, chamada de gin gin mule. O Fabio la Pietra, do SubAstor, faz um muito bom.

Com pouco traquejo na coquetelaria, Juliette acabou usando muuuuuita espuma — o ideal é utilizar apenas uma camada — e não curtiu o resultado. Outro brother que quis dar uma de bartender foi João, que perguntou: “será que dá certo colocar a espuma no gim-tônica?”.

Serrano: criador da espuma
Serrano: criador da espuma Leo Martins/Veja SP

O amor de Karol pelo drinque parece ser tão grande que, quando a produção reabasteceu a festa com mais bebidas, ela escondeu uma garrafa de destilado e um spray de espuma na despensa.

Se você ficou com vontade de bebericar moscow mule, um dos endereços da cidade onde ele pode ser encontrado é o restaurante Bistrot Venuto, no Jardim Paulista. Custa 36 reais e é a receita original do Serrano, que criou a carta do lugar.

Peguntei para o bartender o que ele achou do sucesso do coquetel, que chegou até o reality show que está alcançando recordes de audiência. “Acho sensacional, fico muito feliz que tenha essa extensão e mais ainda quando o pessoal me dá os créditos. Incrível a explosão desse drinque. Até em lugares que você nem imagina o drinque está na carta”, disse Marcelo Serrano. Vida longa ao moscow mule.

Confira a repercussão sobre a presença do coquetel na festa:

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

 

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

Valeu pela visita! Tem alguma novidade para me enviar? Meu e-mail é saulo.yassuda@abril.com.br

Também estou no Instagram: @sauloyassuda

E, olha só, voltei ao Twitter: @sauloy

Continua após a publicidade
Publicidade