Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Notas Etílicas Por Saulo Yassuda Dicas, novidades e observações do mundo dos bares e das bebidas

Bar lança chope em homenagem a vacina contra a Covid-19

Os sócios do Bar Coronel, em São José dos Campos, estimam o crescimento de 40% nas vendas da CoronelVac após o novo rótulo

Por Saulo Yassuda Atualizado em 24 jan 2021, 21h30 - Publicado em 24 jan 2021, 20h09

O Bar Coronel, em São José dos Campos, no interior de São Paulo, acaba de lançar um chope de nome curioso: CoronelVac.

A alcunha, repare, é um trocadilho com os nomes do bar e da vacina produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. Preste atenção, ainda, no “BIONnTECO” inscrito no rótulo, uma referência à BioNTech, empresa alemã que também produz um imunizante.

View this post on Instagram

A post shared by Bar Coronel (@barcoronel)

Continua após a publicidade

 

Já aviso desde já que a bebida não tem nenhum efeito medicinal, OK? É só uma homenagem à esperada vacina, que chegou à São José dos Campos no último dia 20. “Quero não apenas vender o produto, mas sim, com nossa influência — temos 60 000 seguidores no Instagram –, pregar a importância da vacina”, defende o sócio do Coronel João Paulo Bento Córdoba.

A CoronelVac não é uma bebida, exatamente, nova. Trata-se, na verdade, do chope amarelinho Brahma, que sempre foi servido no lugar, agora embalado para viagem em uma garrafa PET de 1 litro (ou growler), por 19,80 reais.

Como a cidade do Vale do Paraíba se encontra na fase vermelha do Plano São Paulo, o bar opera atualmente só para delivery ou retiradas. De acordo com o empresário, a procura pelo chope com o rótulo “medicinal” teve aumento de pelo menos 40% — são quase 200 litros por dia.

Ambiente do Bar Coronel, no interior: famoso pelo chope
Ambiente do Bar Coronel, no interior: famoso pelo chope Divulgação/Divulgação

Aberto há quase 30 anos, o Bar Coronel é famoso pelo chope. “Mantemos os barris refrigerados em câmara fria”, orgulha-se João Paulo. A casa já levou diferentes prêmios pela edição regional VEJA COMER & BEBER, entre elas o de melhor boteco. Para acompanhar a bebida, são servidos petiscos como o pastel de carne-seca com requeijão e o torresmo apelidado de barrinha de cereal. Ps pedidos são feitos pela plataforma Goomer ou podem ser retirados na casa (Rua Francisco Raphael, 298, centro).

Perguntei se os donos do bar têm receio de críticas por brincarem com a vacina. “Quando falei da ideia [do rótulo] para a agência de marketing do bar, eles ficaram em dúvida se a gente podia ser ‘cancelado'”, revela João Paulo. “Mas não tivemos críticas até agora. É uma brincadeira pra entreter, está todo mundo tão triste, amargurado…”, garante.

Continua após a publicidade
Publicidade