Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Notas Etílicas Por Saulo Yassuda Dicas, novidades e observações do mundo dos bares e das bebidas

5 bares novos e badalados em São Paulo

Não deu nem tempo de essas casas abrirem, e o público já tomou conta delas. Confira, abaixo, cinco bares inaugurados de abril para cá que não têm problema de salão vazio. Adega Santiago – Jardim Paulista A terceira e menor unidade da rede, apelidada de Adeguinha, foi aberta no fim de abril nos Jardins. Os paulistanos parecem amar a fórmula […]

Por Saulo Yassuda Atualizado em 26 fev 2017, 11h04 - Publicado em 28 jul 2016, 00h50
Ambiente do Negroni, em Pinheiros (Foto; Ricado D'Angelo)

Negroni, em Pinheiros (Foto: Ricado D’Angelo)

Não deu nem tempo de essas casas abrirem, e o público já tomou conta delas. Confira, abaixo, cinco bares inaugurados de abril para cá que não têm problema de salão vazio.

Adega Santiago – Jardim Paulista
A terceira e menor unidade da rede, apelidada de Adeguinha, foi aberta no fim de abril nos Jardins. Os paulistanos parecem amar a fórmula do bar-restaurante, que combina pratos portugueses e espanhóis a drinques e vinhos em ambiente agradavelmente informal. E olha que os preços não são nada baratos… O salão lota toda noite, principalmente aos sábados. Cuidado com esse dia: a depender do tamanho da mesa pedida, a espera chega a uma hora. Para ler a resenha, clique aqui.

A área externa do C.O.D - Craft on Draft, em Higienópolis (Foto: Divulgação)

Área externa do C.O.D, em Higienópolis (Foto: Divulgação)

C.O.D – Craft on Draft
Não é difícil ocupar o minúsculo salão e as mesas externas dessa choperia moderninha (clique aqui para ler a resenha), inaugurada em maio na frente da Faap. Como o estabelecimento faz muito sucesso, o pessoal que não consegue sentar não se importa em bebericar de pé mesmo os dez chopes dos bons servidos por lá. Pagam-se 7 reais para tomar o artesanal chope bohemian pilsen da Quinta do Malte, mais barato que muito similar de qualidade inferior.

Continua após a publicidade

Kraut
O pessoal aparece em peso no bar descolado de inspiração alemã, que funciona em Santa Cecília desde junho. Lá é possível encontrar um sanduíche de bife à milanesa com picles, cebola-roxa e mostarda de cerveja escura (24 reais) e drinques feitos com Steinhäger. (Acredite, mesmo quem não curte a bebida, tem grandes chances de se dar bem com os coquetéis.)

+ Donos do Nino Cucina vão abrir o bar Peppino

Fachada do Tatu Bola, nos Jardins (Foto: Felipe Albertoni)

Fachada do Tatu Bola, nos Jardins (Foto: Felipe Albertoni)

Negroni
Sim, sabemos que o velhusco drinque negroni está brilhando nos copos e no Instagram do pessoal. E também aqui nesse bar (clique aqui e leia a resenha), aberto em maio em Pinheiros. Novinhos e maduros se misturam para tomar esse coquetel clássico e muitos outros, todos bem preparados. Dá para reservar uma mesa até as 20h, mas muita gente fica sem lugar e não liga de esperar cerca de 40 minutos aos sábados por uma cadeira.

Tatu Bola
Se desde o fim de junho você passou pela esquina das ruas Estados Unidos e Augusta, nos Jardins, já deve ter notado um furdunço. Eis a terceira unidade do Tatu Bola, que segue a mesma linha das casas-irmãs, no Itaim Bibi e na Vila Olímpia: público na faixa dos 30 anos em busca de paquera, caipirinhas servidas em potes de vidro e fitinhas coloridas no teto.

SAULO YASSUDA

Continua após a publicidade
Publicidade