Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Na Plateia Tudo sobre teatro

Peça utiliza metalinguagem para abordar uma montagem sobre traição

Em Partida, duas mulheres conversam sobre montarem um espetáculo sobre infidelidade

Por Saulo Yassuda Atualizado em 10 jun 2021, 19h03 - Publicado em 11 jun 2021, 06h00

Após assistir à peça Partido, adaptação do Grupo Galpão do romance O Visconde Partido ao Meio, de Italo Calvino, uma mulher de 74 anos escreve para seu amante, trinta anos mais jovem, disposta a terminar tudo. A carta, encontrada vinte anos depois, inspira Partida, com dramaturgia de Inez Viana, idealizada por Denise Stutz. As duas atrizes, dirigidas por Debora Lamm, discutem, numa plateia vazia, sobre a montagem de um espetáculo a partir da missiva, num exercício de metalinguagem. A peça foi filmada no espaço Cultural Municipal Sérgio Porto, no Rio (35min).

Livre. YouTube Sesc RJ (portalsescrio). Sex. a dom., 19h. Até 27 de junho. Grátis.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 16 de junho de 2021, edição nº 2742

  • Continua após a publicidade
    Publicidade