Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Randômicas Por Juliene Moretti Tudo sobre música, clipes, entrevistas e novidades dos shows.

Rock in Rio anuncia atrações para o Rock Street Ásia

Sem K-Pop, mas com sons de influência ocidental, o espaço traz bandas da China, Coréia do Sul, Taiwan e Ucrânia

Por Juliene Moretti 21 mar 2019, 17h24

Folk metal chinês, blues sul-coreano, pós-rock taiwanês. Conhece? Já ouviu? Esses estilos e alguns outros pouco conhecidos por aqui vão ganhar destaque dentro do Rock in Rio. Eles estarão na programação do Rock Street, que na próxima edição vai homenagear a Ásia. O anuncio foi feito nesta quinta (21).

“A ideia é mostrar como a cultura ocidental influencia a tradição desses países”, diz o curador artístico Toy Lima. “Temos bandas que fazem rock, por exemplo, mas com instrumentos e sons desses locais”, completa. O desafio, segundo ele, era fugir do óbvio e trazer artistas curiosos, com sonoridades que os frequentadores do festival podem se identificar. É o caso da banda sul-coreana Billy Carter, uma das apostas fortes da agenda. Bem longe do K-pop, eles trazem referências de rock e blues cheios de experimentos.

Também estão no rol dos destaques, segundo Lima, os chineses do Nine Tresures, que colocam no folk metal elementos da música tradicional da Mongólia, usando até mesmo os instrumentos locais.

Na escalação, ainda tem No Party For Cao Dong, grupo de pós-rock de Taiwan e, da Ucrânia, o quinteto DhakaBrakha, que se apresenta com figurinos típicos e traz a roupagem mais pop para o som.

No primeiro fim de semana, entram em cena Nine Tresures e Dhakabrakha; no segundo, Billy Carter e No Party For Cao Dong. A programação terá, também, o grupo Bollywood Brasil, Danças dos Leões e Dragões e apresentação de Wadaiko Sho.

O Rock in Rio rola entre os dias 27 de setembro e 6 de outubro, no Rio.

Continua após a publicidade

Publicidade