Rede Sesc oferece cursos de produção musical para mulheres

Na programação entram cursos e palestras gratuitos

Durante o mês de setembro, a rede Sesc organiza o projeto As Mulheres e as Tecnologias, espalhado por todas as unidades do estado. Na boa onda de artistas femininas que vem chutando a porta e ocupando seu espaço na cena musical paulistana, em especial, o rap, a programação conta também com bate-papos, workshops e palestras.

Na agenda, há encontros para discutir a mixagem de um disco, a discotecagem digital e até aulas para conhecimento básico sobre roadies e técnicos de som (aquela turma que entra antes no palco para checar se todos os instrumentos e cabos estão em ordem).

A programação vai até o fim de setembro e a maioria dos encontros são gratuitos (o mais caro custa 40 reais). Quem quiser participar precisa fazer as inscrições no site do Sesc. Abaixo, as informações sobre o programa e links para as inscrições.

Cultura DJ – As mulheres atrás das pickups

A cientista social, pesquisadora musical e DJ Julia Weckelman tem em seu currículo uma pesquisa sobre mulheres DJs de diversas cenas do país. Ela convoca para um bate-papo Sônia Abreu, conhecida como a primeira DJ no país, Vivian Marques, expert em hip hop e black music, e Amanda Mussi, produtora musical e DJ da cena queer eletrônica.

Sesc 24 de Maio. Sábado (15), 15h. Grátis. Os ingressos devem ser retirados com trinta minutos de antecedência no local. 

 (Gabriel Rinaldi/Veja SP)

Mulheres fazem beats – Produção de beats usando software livre

A beatmaker Rafa Jazz organiza este workshop para mostrar a outras mulheres como funciona a produção. As alunas irão aprender a instalar e usar os softwares LMMS e Audacity para produzir as batidas de diferentes estilos musicais, com recursos como o sample, loops, mudança no pitch, tempo, tune entre muitos outros. Ela aborda também o histórico da arte beatmaking, com as máquinas mais icônicas, as diferenças entre os estilos, como o trap e o trip hop, além de apresentar as artistas que são referência na área. Rafa acrescenta também a orientação de como e onde divulgar as produções.

Sesc Carmo. Quarta (19) a sexta (21), das 17h às 20h. Grátis. As inscrições devem ser feitas a partir de segunda (3) pelo email cursos@carmo.sescsp.org.br, com o nome da atividade, nome completo, data de nascimento, RG, CPF e o número da matrícula da credencial Sesc.

Montagem de Palco e Conhecimentos Básicos de Áudio para Mulheres

A fim de cair na estrada? Neste curso, as mulheres terão seus primeiros contatos com conteúdos teórico e prático sobre o dia a dia de um técnico de som e um roadie. Os assuntos são abordados por Tamires Pistoresi, técnica de áudio e mixagem, além de produtora e operadora de som, e Rebeca Montanha, produtora, técnica de som do estúdio Espaço Som. Serão quatro encontros aos sábados.

Sesc Consolação. Sábados, a partir do dia 15 de setembro até o dia 3 de outubro, das 14h às 18h. R$ 40,00. As inscrições devem ser feitas pelo site da unidade (clique aqui).

Introdução à discotecagem digital

Esta oficina é uma faz a introdução da técnica de discotecagem em software, com manipulação de arquivos digitais, recursos de mixagem, pitchin entre outras técnicas. O curso é ministrado pela DJ e pesquisadora musical Simoníssima Jablkowicz. Ao todo são cinco encontros de segunda a sexta.

Sesc Florêncio Abreu. Segunda (17) a sexta (21), das 13h às 16h. Grátis. As inscrições devem ser feitas no site da rede Sesc (clique aqui).

 (Caos Ótico/Veja SP)

TPM – Todas podem Mixar

O curso tem como objetivo incentivar as mulheres a ingressarem na área de mixagem, com técnicas de discotecagem e orientações profissionais. A DJ Miria Alves é a responsável por auxiliar as garotas. São cinco encontros na agenda.

Sesc Santo Amaro. Quartas, do dia 26 de setembro ao dia 24 de outubro, das 19h às 21h30. R$ 15,00. As inscrições devem ser feitas pelo site da rede Sesc (clique aqui).

Visualizador de som com Scratch

Diversos tocadores de mídia geram animações sincronizadas com a música que está tocando. Existem visualizações simples e animações mais elaboradas. Nesta atividade, as participantes vão desenvolver o próprio visualizador usando o Scratch, linguagem de programação criada no Media Lab do MIT. Cris Botta, designer e mestre em mídias digitais, é quem vai acompanhar as interessadas. Aqui, são dois encontros.

Sesc Vila Mariana. Sábado (8) e sábado (22), das 11h às 13h. Grátis. As senhas serão distribuídas com trinta minutos de antecedência no local Atenção: são apenas catorze vagas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s