Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Mariana Barros - Morar em SP Por Blog

PEC das domésticas tira quarto de empregada de aptos de 100 m2

A nova lei que regulamenta o trabalho doméstico, conhecida como PEC das domésticas, já está surtindo efeito no mercado imobiliário. De acordo com algumas das maiores incoporadoras em atuação na cidade, novos imóveis de cerca de 100 metros quadrados não terão mais dependência de empregada. “As famílias com poder aquisitivo compatível com um apartamento desse […]

Por admin Atualizado em 27 fev 2017, 11h07 - Publicado em 8 abr 2013, 15h53

Nos novos imóveis de cerca de 100 m2, caberá aos moradores encarar parte ou toda a tarefa doméstica (Foto Free Stock)

A nova lei que regulamenta o trabalho doméstico, conhecida como PEC das domésticas, já está surtindo efeito no mercado imobiliário. De acordo com algumas das maiores incoporadoras em atuação na cidade, novos imóveis de cerca de 100 metros quadrados não terão mais dependência de empregada. “As famílias com poder aquisitivo compatível com um apartamento desse tamanho não são as que terão capacidade de manter um funcionário dentro de casa em tempo integral”, afirma um executivo de uma grande incorporadora.

Se em muitas plantas quarto e banheiro de empregada já vinham em tendência de baixa (leia aqui), com opção de serem transformados em escritório ou adega, agora devem ser definitivamente limados. “É sinal de um novo momento da nossa sociedade”, afirma o executivo. “Funcionário em tempo integral será coisa de famílias muito ricas, capazes de comprar apartamentos de, pelo menos 200 metros quadrados”, diz. A avaliação dos profissionais do ramo é que apenas em plantas dessas proporções e acima fará sentido manter cômodos de uso exclusivo dos funcionários. É começo do fim de uma era para a classe média brasileira e, consequentemente, de um novo jeito de viver e de morar.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade