Clique e assine por apenas 5,90/mês
Blog do Miguel Por Miguel Barbieri Jr. Fique por dentro das melhores dicas de filmes e séries.

Tudo o que você queria saber sobre os DVDs e Blu-Rays de Cinquenta Tons de Cinza

A primeira vez que vi Cinquenta Tons de Cinza foi na sessão para a imprensa. No dia seguinte, voltei ao cinema para ver, novamente, na pré-estreia com fãs. Tenho, portanto, o filme fresco na memória, mesmo passados quatro meses após assisti-lo. Minha missão no fim de semana foi analisar as diferenças entre os dois DVDs […]

Por Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em 26 fev 2017, 16h04 - Publicado em 9 jun 2015, 00h48

A primeira vez que vi Cinquenta Tons de Cinza foi na sessão para a imprensa. No dia seguinte, voltei ao cinema para ver, novamente, na pré-estreia com fãs. Tenho, portanto, o filme fresco na memória, mesmo passados quatro meses após assisti-lo. Minha missão no fim de semana foi analisar as diferenças entre os dois DVDs e os dois Blu-Rays, que a Universal está lançando, hoje (9), nas lojas. Acho que você também deve ter curiosidade a respeito dos extras e, sobretudo, como é a “versão inédita” que consta das capinhas.

cinquenta-tons-de-cinza

Vamos às explicações. Todos os quatro produtos contém a versão do cinema e a versão inédita, esta com três minutos a mais. Qual a maior diferença entre os dois filmes? A maior delas é o desfecho. No cinema, a história termina com a porta do elevador se fechando. Agora, um minuto e 45 segundos foram acrescentados no final. Igual ao livro, Ana volta para casa e vê o balão do helicóptero Charlie Tango. Enquanto isso, ela relembra momentos românticos com Christian. Ainda prefiro a versão do cinema.

A cena do quarto vermelho também está um pouquinho maior e há uma chicotada na vagina de Ana, cortada no original. Observei também uma cena rápida logo após a formatura de Ana e uma outra com a protagonista dentro do avião quando parte para visitar a mãe na Georgia.

O DVD simples, que custa R$ 39,90, traz apenas o filme. O DVD duplo tem um disco só de extras e custa R$ 44,90. São cinco bônus, que giram em torno de 3 a 6 minutos cada. Dois deles são comuns: o “trilheiro” Danny Elfman explicando como fez a música e a escritora E.L. James numa tarde de autógrafos do livro.

Gostei mais das entrevistas com Jamie Dornan e Dakota Johnson contando o que acharam do filme (não de fazê-lo e, sim, depois de vê-lo pronto). Também é bacana saber do casal de atores, da diretora (Sam Taylor-Johnson) e da escritora qual a cena favorita deles (e elas sendo mostradas como foram feitas).

Capinha da edição especial do Blu-ray

Capinha da edição especial do Blu-ray

Infelizmente, estes bônus não constam das versões em Blu-Ray, que têm extras completamente diferentes (mais e melhores). O Blu-Ray Edição Especial, que custa R$ 99,90, tem como atrativo adicional um folheto com fotos inéditas e o CD da trilha sonora. Os extras são iguais aos do Blu-Ray simples (apenas um disco), que custa R$ 79,90. E o que você vai ver nestes extras? Muita coisa.

Há vários vídeos sobre Christian Grey/Jamie Dornan e Ana/Dakota Johnson – são revelados desde a confecção dos figurinos dos personagens até detalhes dos móveis do apartamento de Grey (que, acredite!, é cenário!). Entre as curiosidades estão a gravata prata usada nas filmagens, os livros Tess (presente de Christian para Ana), que custaram à produção 5 mil dólares, e a primeira aparição do Audi A3 (o vermelho).

O apartamento de Grey é cenário

O apartamento de Grey é cenário

Continua após a publicidade

Também dá para descobrir porque o filme, na claquete, chamava The Adventures of Max and Banks (As Aventuras de Max e Banks). Os produtores, para não chamar a atenção dos fãs e paparazzi nas filmagens, colocavam este nome. Já ia esquecendo: Max é o cachorro de E.L. James e Banks, da roteirista.

Outro bônus dá conta de mostrar as locações do filme. Entre elas, o Hotel Vancouver (que virou The Heathman Hotel), a loja de ferragens Claytons e a piscina interna de uma mansão da década de 20 (que no livro era a casa de barcos da casa dos pais de Christian).

Achei interessante saber que a reação de Ana ao entrar no quarto vermelho pela primeira vez foi real – Dakota estava proibida de ver a construção do cenário até a hora da filmagem. Igual surpresa tive ao conhecer o consultor de BDSM (bondage, dominação, sadismo, masoquismo), contratado para orientar a diretora, os atores e escolher os apetrechos para as cenas eróticas.

Há outros detalhes, mas vou parando por aqui. Se tivesse de escolher uma das quatro versões (e tendo um aparelho de Blu-Ray), ficaria com a versão simples. Na opção pelo DVD, ficaria com o duplo. Espero ter ajudado na sua decisão.

Disfarçado de velhinho, astro dança com strippers para promover ação social. Quem é ele?

Vestido de mulher e com maquiagem, Cauã Reymond posta foto no Instagram

Leia também: 

Confira o novo (e apimentado) trailer de Magic Mike XXL

Autora de Cinquenta Tons de Cinza vai lançar um livro sobre o passado de Christian Grey

Quer ter informações diárias sobre cinema? Então venha curtir a página do meu blog no Facebook. E me siga no Twitter

Continua após a publicidade
Publicidade