Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Tudo Sobre Cinema

Série da Netflix traz 20 minutos de meditação ao final de cada episódio

Guiado por Andy Puddicombe, os oito capítulos da primeira temporada de Headspace — Meditação Guiada vai além do entretenimento

Por Helena Galante Atualizado em 21 jan 2021, 18h47 - Publicado em 22 jan 2021, 06h00

É uma série. Está na Netflix. É divertida. Ainda assim, não dá para chamar Headspace — Meditação Guiada de puro entretenimento. Quem guia os oito episódios da primeira temporada é Andy Puddicombe, ou só Andy, como quem acessa o app de meditação Headspace está acostumado. A voz do inglês que foi ser monge nos Himalaias é um acalanto. Quem não acompanha bem o idioma, porém, talvez precise mudar a configuração para o áudio em português. Ao fim de cada capítulo, com cerca de vinte minutos, há um exercício de meditação que pode ser feito de olhos fechados — ou seja, melhor não depender da legenda para compreender! As lindas ilustrações animadas ajudam na assimilação de expressões como “conectar-se com o presente” e “abrir espaço na mente”. Vale para iniciantes e para quem medita há tempos.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 27 de janeiro de 2021, edição nº 2722

Publicidade