Rolling Thunder Revue tem valor histórico, mas é para fãs de Bob Dylan

O documentário está disponível na Netflix

Bob Dylan é unanimidade? Confesso que admiro seu repertório, suas interpretações intensas e sua extensa carreira de compositor e cantor. Mas nunca fui, realmente, fã. Mas, sim, sou fã do diretor Martin Scorsese e foi isso, sobretudo, que me levou a assistir ao documentário, na Netflix, Rolling Thunder Revue – A Bob Dylan Story by Martin Scorsese.

Preste atenção ao subtítulo. Trata-se de “uma história de Bob Dylan por Martin Scorsese”. Isso quer dizer que o realizador mistura cenas reais com depoimentos falsos e verdadeiros no longa-metragem que, junto de Democracia em Vertigem (também da Netflix), já entrou para lista do jornal The New York Times como um dos melhores do ano. Acho um exagero.

Rolling Thunder Revue só reforça a aura mítica e os mistérios em torno de Bob Dylan. Martin Scorsese mostra a turnê (real) que o compositor de Blowin’ in the Wind realizou entre 1975 e 1976 por pequenas cidades dos Estados Unidos e do Canadá. Joan Baez, os escritores Allen Ginsberg e Sam Shepard, entre outros, o acompanharam em viagens de ônibus.

Joan Baez é companhia constante de Dylan

Joan Baez é companhia constante de Dylan (Divulgação/Netflix/Veja SP)

Para quem gosta do repertório de Dylan, há doze canções na íntegra. Os fãs dos registros realistas, porém, podem se incomodar com a alternância entre o que é falso (o depoimento da atriz Sharon Stone, por exemplo) e o que é verdadeiro, como a homenagem feita ao boxeador Rubin Carter em Hurricane. Tem sua importância histórica e um incrível garimpo de imagens, mas, como resultado final, me deu a impressão que é um registro que só os fãs de Dylan vão aprovar.

Quer me seguir nas redes sociais? Anote!

Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s