As muitas faces da Tina, da Turma da Mônica

A personagem de Mauricio de Sousa cresceu e evoluiu com o tempo

Sou um leitor de quadrinhos das antigas, e sempre gostei muito da Turma da Mônica. O primeiro gibi que comprei na minha vida foi um Cebolinha em 1972, eu tinha 9 anos de idade. Hoje esta revista está emoldurada e num lugar de destaque no meu escritório.

Sendo um consumidor antigo das historinhas do Mauricio, tive a oportunidade de acompanhar de perto a evolução dos enredos, da personalidade e principalmente dos traços dos personagens, e uma das mudanças mais sentidas pelos leitores foi a reformulação radical sofrida pela menina Tina nos anos 70.

Tina foi criada em 1964 em tiras de jornal e começou a aparecer nas revistas em quadrinhos já no início dos anos 70. Ela era uma menina “pra frente”, como se dizia na época, pré-adolescente no estilo hippie, que usava calças com boca de sino e um medalhão com o símbolo da paz. Seus cabelos, nem muito curtos, nem muito compridos, eram sempre lisos e escorridos.

Tina nas primeiras tiras de jornal

Tina nas primeiras tiras de jornal (Maurício de Souza/Divulgação)

Visual da personagem em 1970

Visual da personagem em 1970 (Maurício de Souza/Divulgação)

 

Já em 1973, Tina ganhou seu primeiro upgrade. Ela cresceu e se tornou adolescente, mas seu visual “bicho-grilo” continuava inalterado. Seus personagens coadjuvantes evoluíram com ela, assim tivemos também uma pequena mudança no visual de Rolo, Pipa e o resto da turma.

Tina em 1973

Tina em 1973 (Maurício de Souza/Divulgação)

 

Em 1974, ela cresceu um pouco mais, aparentando agora cerca de 14 anos idade. As pernas eram um pouco mais longas, mas o visual antigo estilo hippie ainda continuava. No ano seguinte, para dar a impressão que ela tinha crescido mais um pouco e se tornado uma adolescente de uns 16 anos, as pernas foram alongadas ainda mais, ficando o resto do corpo igual ao que era antes. Resultado: um desenho desproporcional, com pernas enormes.

Tina em 1974 e em 1975

Tina em 1974 e em 1975 (Maurício de Souza/Divulgação)

 

A grande mudança, no entanto, ocorreu em 1977. Até aquele momento, as variações no desenho da personagem tinham sido sutis, mantendo características básicas, como o formato do cabelo e os óculos enormes. Naquele ano, foi promovida uma verdadeira revolução no desenho da Tina. A cultura hippie não fazia mais parte da vida dos jovens da época, o que estava no auge era a Discoteca. Tina então passou a ser uma mulher de cerca de 18 anos, com traços muito femininos e com roupas da moda. Os cabelos ainda eram lisos, mas os óculos diminuíram de tamanho e ela usava até batom! Me lembro o susto que tomei quando li a primeira historinha da Tina com esse visual, num gibi da Mônica em 1977.

Novo visual em 1977

Novo visual em 1977 (Maurício de Souza/Divulgação)

 

Nos anos seguintes, a Tina continuou evoluindo em visual e personalidade, acompanhando as tendências jovens de cada época. Ela passou a ter cabelos cacheados e mais longos, e ficou com traços mais sensuais. Nas décadas de  80 e 90, as histórias giravam em torno da relação dela com os amigos Rolo e Pipa, e também outros relacionamentos na vida de todos eles. Já as histórias do começo dos anos 2000 ficaram cômicas demais, e isso se refletiu também no visual dos personagens, parecendo mais caricaturas do que eles eram antes. Essa fase não agradou aos fãs, e toda a turma foi novamente reformulada no início desta década, voltando ao visual parecido com o que era nos anos 90.

Tina nos anos 80

Tina nos anos 80 (Maurício de Souza/Divulgação)

Tina nos anos 90

Tina nos anos 90 (Maurício de Souza/Divulgação)

 

Ao contrário de outros personagens de Maurício de Souza, Tina e sua turma envelheceram com o passar dos anos. Ela surgiu como uma menina de uns 9 ou 10 anos de idade, e foi crescendo e evoluindo, até a jovem de 20 e poucos anos dos dias de hoje, sempre acompanhando a cabeça dos jovens de cada época.

Os traços atuais da personagem

Os traços atuais da personagem (Maurício de Souza/Divulgação)

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s