Por onde anda o Ovelha?

Um dos maiores fenômenos da música brasileira dos anos 80

Ademir Rodrigues de Araújo fez um enorme sucesso nos anos 80 com a música Te amo, que mais posso dizer?. Ah, você não faz ideia do que estou falando? Então vou reformular: o cantor Ovelha fez um enorme sucesso nos anos 80 com a música “Sem você não viverei”. Ah, agora você já entendeu!

É impossível não associar o cantor Ovelha a essa música, versão em português do  sucesso More Than I Can Say, dos anos 60, do americano Bobby Vee, depois regravada pelo mega star Leo Sayer nos anos 70. Ovelha, que estava praticamente iniciando a carreira, viu sua música tocar exaustivamente nas rádios de todo o país e deixá-lo muito famoso de uma hora para outra. E isso se mantém até hoje, quase quarenta anos depois. O engraçado é que o título original da música acabou abandonado com o tempo, e todo mundo acha que ela se chama “Sem Você não Viverei”, graças, é claro, ao refrão grudento que inicia o hit “uou uou iei iei, sem você não viverei”.

 (Reprodução/Veja SP)

 

Ovelha é pernambucano de Olinda e aos 18 anos participou de um show de calouros em Caruaru, onde foi descoberto pelo Rei do Baião Luiz Gonzaga, que o contratou para acompanhar seu grupo pelos shows. Em 1977, Chacrinha estava passando por Recife com a Discoteca do Chacrinha, e o programa incluía um show de calouros. O rapaz Ademir, então com 22 anos, se inscreveu e acabou superando todos os outros candidatos. Foi Chacrinha quem deu o apelido de Ovelha para o rapaz, por causa dos seus cabelos claros, longos e encaracolados, que lembravam a lã do animal. O apelido foi sugerido por Rita Cadillac.

Ovelha veio então para São Paulo, e ganhou outro concurso de calouros. Em seguida, se inscreveu no prestigiado programa de calouros da época, o programa do Raul Gil. Ele não venceu, mas ganhou um contrato com uma gravadora, a Copacabana. Seu primeiro disco foi gravado em 1980, mas não teve muita repercussão. Foi somente no segundo disco, um compacto duplo pela mesma gravadora, e que incluiu a música que se tornaria sua marca registrada, é que ele alcançou o estrelato. A música ficou nada menos que quatro anos nas paradas de sucesso.

 (Reprodução/Veja SP)

 

Ovelha continua com a carreira a todo vapor. Já gravou 25 discos e continua fazendo shows pelo Brasil, sempre com uma energia invejável, mesmo com seus 63 anos de idade. Em 2015, ele participou do reality show A Fazenda, da Record, mas foi um dos primeiros eliminados. Sempre antenado, ele é figurinha carimbada em diversos programas de TV e internet, onde podemos sempre contar com duas coisas: seu bom humor contagiante e que ele com certeza vai cantar “uou uou iei iei, sem você não viverei”.

 

Veja a hilariante entrevista de Ovelha no The Noite

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s