Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Memória Por Blog Uma viagem no tempo às décadas passadas por meio de suas histórias, costumes e curiosidades.

Os 40 anos do filme Grease

O musical inesquecível ganha versão remasterizada em alta definição

Por Roosevelt Garcia 5 jun 2018, 12h07

Um filme musical sobre a juventude dos anos 50 foi a grande boa surpresa de 1978. Grease – Nos Tempos da Brilhantina chegou aos cinemas em 13 de junho daquele ano e logo se tornou o fenômeno responsável pela volta dos costumes e do visual da década do rockabilly aos jovens daquela época. Jaquetas de couro, camisetas pretas e brilhantina nos cabelos de repente voltaram com toda força, inclusive no Brasil.

Já tínhamos vivenciado uma coisa parecida alguns anos antes, por causa da novela Estúpido Cupido, mas Grease foi além. Seu estilo, suas músicas e as atuações apaixonadas, principalmente do elenco de apoio, faziam parecer que a produção tinha mesmo sido feita nos anos 50 e ficado escondida numa gaveta por vinte anos.

Paramount/Divulgação

John Travolta vinha de outro grande sucesso, Os Embalos de Sábado à Noite, que o elevou ao estrelato completo. Ele até então só tinha feito séries de TV, um papel secundário em Carrie a Estranha, e protagonizado O Rapaz na Bolha de Plástico. Com “Embalos” e Grease, ele pôde fazer o que mais gostava: dançar (e até cantar de vez em quando). Olivia Newton-John já tivera alguns especiais na TV, sempre cantando e apresentando amigos do meio musical. Em Grease ela teve o primeiro grande papel no cinema.

A produção e a história do filme são recheadas de curiosidades. Veja algumas:

 

  • O filme é baseado em uma peça da Broadway que estava em cartaz desde 1972. Muitas das músicas vieram da peça, mas algumas foram escritas especialmente para o filme. Patrick Swayze e Richard Gere chegaram a fazer o papel de Danny Zuko no teatro. A peça teve 3388 apresentações entre 1972 e 1977.

    Posters de divulgação da peça de teatro dos anos 70 Reprodução/Veja SP

 

  • A música Look at Me, I´m Sandra Dee cantada pela Rizzo menciona o cantor Elvis Presley em sua letra. Elvis morreu no mesmo dia em que a cena foi gravada.
  • Hopelessly Devoted To You foi incluída no filme depois que ele já estava pronto. Os produtores achavam que faltava uma grande música romântica para Olivia Newton-John. A música acabou sendo indicada ao Oscar.
  • Jeff Conaway, que fazia o papel de Kenickie, caiu e machucou as costas durante a filmagem da música Grease Lightning. Ele passou a tomar remédios para a dor, e acabou ficando viciado em analgésicos, vício que durou até sua morte em 2011, com 60 anos.

    Grease Lightning Paramount/Divulgação

 

  • John Travolta começou a ensaiar Grease somente quatro dias após terminar as filmagens de Os Embalos de Sábado à Noite.
  • Olivia Newton-John ainda tem as calças de couro que Sandy usa no final do filme.
    Paramount/Divulgação

     

  • O papel do treinador era originalmente de um ator chamado Harry Reems, ex-ator pornô que participou do filme Garganta Profunda. Por causa de protestos que poderiam prejudicar o sucesso de Grease, o ator foi trocado, entrando Sid Caesar.
  • O elenco mascou cerca de 100 000 chicletes durante as filmagens, chegando até a 5 000 num único dia.
  • Olivia Newton-John insistiu em fazer o teste para o papel de Sandy, porque não tinha certeza se sabia como atuar. O papel foi inicialmente oferecido à Susan Dey, a Laurie de A Família Dó-Ré-Mi, mas seu agente a aconselhou a não aceitar.
  • Grease era pra ter três continuações, mas depois do fracasso de Grease 2 em 1982, essa ideia foi abandonada.

    Reprodução/Veja SP

 

  • Grease era um filme dos anos 70, sobre os anos 50. Antes dele, o último musical a fazer um grande sucesso foi Cantando na Chuva, um filme feito nos anos 50 sobre os anos 20.
  • A música tema do filme, Grease is the Word, foi escrita por Barry Gibb dos Bee Gees. O diretor Randall Kleiser não gostou da música porque ela não tinha nada a ver com a época retratada no filme, mas ela foi mantida porque fazia uma ligação com o sucesso anterior de Travolta, Os Embalos de Sábado à Noite.
  • Grease foi indicado apenas para o Oscar de melhor canção, mas não ganhou. Mas o especial para a TV Grease Live ganhou diversos prêmios Emmy, inclusive o de melhor especial em 2016.

    Reprodução/Veja SP

 

 

Para comemorar os 40 anos do filme, a Paramount está lançando neste mês edições especiais em DVD e blu-ray. O box mais caprichado vem com um blu-ray, um livreto com fotos dos alunos da escola Rydell High e um fone de ouvido. E por todo o mês de junho acontecem comemorações  do aniversário do filme, todas abertas ao público. Veja quais são, e compareça caracterizado para entrar no clima do filme:

 

  • Sábado – 9 de junho a partir das 17h

Especial Grease 40 Anos

Laundry de Luxe – Rua da Consolação, 2937

Página do evento no Facebook:  https://www.facebook.com/events/729271490793774/

Continua após a publicidade

O espaço que é uma mistura de galeria de arte, centro cultural bar e restaurante comemora os 40 anos de Grease com uma festa retrô. Eles prometem tocar todas as músicas do filme, e ainda haverá sorteio de DVDs e blu-rays.

 

  • Terça-feira – 19 de junho a partir das 18h

Exibição de Grease no MIS – Museu da Imagem e do Som – Evento grátis

MIS – Avenida Europa, 158

Página do evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/167557533923116/

Assista Grease em alta definição no cinema do MIS, com apresentação do grupo de rockabilly Rock das 13. Degustação de Itubaína e sorteios de DVDs entre os presentes. Quem for a caráter concorre à edição especial em blu-ray do filme.

 

  • Domingo – 24 de junho a partir das 18h

Festa Especial Grease no The Clock

The Clock Rock Bar – Rua Turiassu, 806

Site do bar: www.theclock.net.br

 

O bar promove uma festa temática de Grease, inclusive com aulas de dança.

 

Paramount/Divulgação

 

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade