Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Memória Por Blog Uma viagem no tempo às décadas passadas por meio de suas histórias, costumes e curiosidades.

Giorgio Moroder – 50 anos de carreira e ainda fazendo barulho

Você pode não lembrar o nome, mas certamente conhece suas músicas

Por Roosevelt Garcia 8 Maio 2018, 11h51

Com uma extensa carreira na música, entre performances, produções, composições e arranjos, o italiano Hansjörg “Giorgio” Moroder já tem mais de cinquenta anos de carreira e ainda continua na ativa. Seu envolvimento com a música começou no início dos anos 60, quando ele se mudou para Berlim, na Alemanha, e gravou alguns singles com o nome Giorgio, cantando em alemão, italiano, espanhol e inglês. Mas foi em 1969 que ele estourou no mundo todo com a música Looky Looky, faixa que esteve presente no primeiro disco da cultuada Excelsior AM – A Máquina do Som, aqui no Brasil.

Ouça Looky Looky no disco Excelsior A Máquina do Som

 

Em 72, ele estourou novamente com a música Son of My Father, já em parceria com Pete Bellotte, seu letrista por quase toda sua carreira. A música foi parte da trilha sonora da primeira versão de novela Selva de Pedra. Relembre:

https://youtu.be/oEDuybb4o6A

 

Nessa época, a disco music já começava a dar seus primeiros passos, e ele ajudou a produzir diversos artistas para esse gênero, incluindo Donna Summer (Love to Love You Babe e I Feel Love), e Munich Machine, numa versão disco de A Whiter Shade of Pale do Procol Harum.

I Feel Love, com Donna Summer, uma das músicas mais conhecidas de Giorgio

 

Em 1977 lançou seu álbum From Here to Eternity, uma viagem conceitual banhada a sintetizadores. O álbum foi um enorme sucesso no mundo inteiro, e tornou o nome Giorgio finalmente muito conhecido no Brasil. Muita gente desconhecia o músico antes desse álbum. Era o auge das discotecas, e a música-título era umas das mais executadas nas pistas do mundo todo.

Ouça o álbum completo

https://youtu.be/32SvQB6idNc

Continua após a publicidade

 

Em 1978, ele fez a trilha sonora do filme Expresso da Meia Noite, e foi premiado com o Oscar por seu trabalho. Nesse mesmo ano gravou o álbum Love is in You, Love is in Me, com Chris Bennet, e duas faixas fizeram enorme sucesso no Brasil, pois foram usadas em trilhas de novelas. E em 1979, lançou E=MC2, o único álbum que eu conheço cuja ficha técnica está na letra de uma das músicas.

E=MC2, música com a ficha técnica na letra

 

A partir dos anos 80, Giorgio se destacou anda mais compondo trilhas sonoras para o cinema. Entre seus maiores destaques, estão Scarface, A Marca da Pantera, Top Gun, História Sem Fim e Flashdance. Ele também produziu hits como Call Me, do Blondie, e bandas como Information Society e Sigue Sigue Sputinik.

Em 2013, ele foi homenageado pela dupla Daft Punk em uma faixa de seu álbum Random Access Memories. A faixa, intitulada Giorgio By Moroder usa o estilo de Giorgio, e também foi produzida por ele. Ouça:

 

Em 2015 foi lançado seu álbum 74 is the new 24, mostrando que Giorgio ainda estava cheio de energia e boas ideias, aos 74 anos de idade. É desse álbum a parceria com a cantora Kylie Minogue, cuja música foi um grande sucesso naquele ano. Ouça aqui Right Here Right Now:

Seu trabalho mais recente é o álbum Déja Vu, que também é recheado de participações especiais, como Britney Spears. Giorgio está em plena forma, depois de mais de cinquenta anos praticamente reinventando a música a cada geração. Sua história tinha que ser matéria obrigatória em qualquer curso de música!

 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade