Dez perfumes usados nas baladas de antigamente

Hits perfumados das pistas de dança das décadas passadas

Quem ia pra balada desde os tempos da disco music, passando pelo new wave dos anos 80 e chegando nos flash-house dos anos 90, tinha poucas opções de perfumes que poderia usar. A variedade de fragrâncias disponíveis no país não era tão farta como hoje em dia, e as poucas marcas que disputavam o mercado viraram hits na noite paulistana.

Relembre alguns dos perfumes mais usados dos anos 70 aos 90. Alguns deles se firmaram no mercado e se mantém até hoje, outros simplesmente foram esquecidos.

 

  • Styletto, do Boticário

Lançado em 1985, foi a primeira colônia masculina da marca, com toques de patchouli e musgo de carvalho. Ainda pode ser encontrado hoje em dia.

 (Reprodução/Veja SP)

 

  • Rastro

Lançado em 1965, foi criado pelo estilista e artista plástico Aparício Basílio da Silva, dono da boutique Rastro na Rua Augusta desde 1956. O perfume teve seu auge nos anos 70 e 80.

 (Reprodução/Veja SP)

 

  • Opium, de Yves Saint Laurent

Versão masculina e feminina, foi lançado em 1977. De inspiração oriental, o perfume causou até processos no mundo todo por conta de seu nome, que poderia fazer apologia ao uso de drogas. Continua no mercado até hoje.

 (Reprodução/Veja SP)

 

  • Toque de Amor, da Avon

Colônia feminina lançada em 1977, já saiu de linha diversas vezes, mas sempre acaba voltando, inclusive com outros produtos, como creme e desodorante, com a mesma fragrância que é sucesso entre as mulheres há 40 anos.

 (Reprodução/Veja SP)

 

  • Wild Musk, de Coty

Lançado em 1972, ele foi sucesso indiscutível nos anos 70 e 80. Diziam que sua fragrância era extraída da glândula de um animal ainda vivo, e em 1994 houve reformulação na matéria prima, para que isso não fosse mais feito.

 (Reprodução/Veja SP)

 

  • Tarot, da Natura

Perfume feminino lançado em 1985, facilmente confundido com um perfume masculino, por conta de suas notas de bergamota, noz-moscada e limão, geralmente presentes em perfumes para os homens.

 (Reprodução/Veja SP)

 

  • Giovanna Baby

Perfume adocicado que agradou principalmente meninas adolescentes dos anos 80. Tinha notas de alecrim, gerânio, rosa e lavanda.

 (Reprodução/Veja SP)

 

  • Azzaro Pour Homme

Perfume masculino lançado em 1978, de toque amadeirado, ainda é um dos mais vendidos até hoje.

 (Reprodução/Veja SP)

 

  • Sr N, da Natura

Lançado em 1981, é um perfume masculino cítrico de forte apelo, que se tornou um clássico assim que foi lançado.

 (Reprodução/Veja SP)

 

  • Ma Griffe, da Carven

Já bastante antigo no mercado internacional (é de 1946), o perfume feminino Ma Griffe viu seu auge no Brasil a partir dos anos 70. É inspirado nas flores favoritas da Madame Carven, gardênia, jasmin e rosa.

 (Reprodução/Veja SP)

 

 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s