Clique e assine por apenas 6,90/mês
Liquidação e Cia. Por Daniela Giorno A diretora de arte Daniela Giorno dá dicas de compras, promoções, achados e lojas.

Lacoste substitui crocodilo icônico de suas camisas polo

Em edição limitada, o animal dá espaço a dez espécies ameaçadas de extinção

Por Carolina Moraes - Atualizado em 28 Feb 2018, 18h36 - Publicado em 28 Feb 2018, 18h25

O famoso símbolo da francesa Lacoste foi tirado de seu lugar histórico, mas por uma boa razão. Em parceria com a União Internacional para a Conservação da Natureza, organização sueca de preservação ambiental, a marca lançou uma nova série de polos com dez espécies ameaçadas de extinção: iguana de Anegada, tigre de Sumatra, saola, condo da Califórnia, papagaio kakapo, gibão negro cristado oriental, rinoceronte de Java, iémure desportivo do Norte, tartaruga de Myanmar e vaquita. O lucro com a venda dessas peças será revertido para o programa da instituição Save Our Species (Salve as Nossas Espécies, em português).

O modelo com a tartaruga de Myanmar: apenas quarenta peças Divulgação/Veja SP

Em edição limitada, as 1 775 camisas equivalem ao número de animais restantes de cada uma das dez espécies em extinção.

A vaquita, mamífero marinho de águas pouco profundas, é o bicho que possui o menor número de exemplares: apenas trinta. A polo com a maior quantidade de peças fica com a iguana de Anegada, nativa da Ilha Virgem Britânica de Anegada, local que dispõe de 450 animais ainda vivos. 

Infelizmente, as polos não serão vendidas por aqui. A linha exclusiva está disponível apenas no e-commerce da marca em algumas cidades da Europa e Estados Unidos. O valor de cada unidade é de 150 euros.

Publicidade