Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Liquidação e Cia. Por Daniela Giorno A diretora de arte Daniela Giorno dá dicas de compras, promoções, achados e lojas.

Livraria Cultura fecha as portas da Fnac Pinheiros

A empresa alega que a loja era deficitária

Por Redação VEJA São Paulo 12 jun 2018, 14h04

Responsável pela marca Fnac no Brasil, a Livraria Cultura confirmou nesta terça (12) o encerramento das atividades da unidade de Pinheiros da rede francesa. A empresa diz que foi feito um aprofundado estudo de viabilidade econômico-financeiro e constatou que a loja era deficitária. O espaço fechou suas portas na noite desta segunda (11).

“Não fazia sentido em um momento de crise econômica manter um negócio deficitário”, confirmou a assessoria de imprensa do grupo. Uma parte dos funcionários deve ser realocada para outras lojas, assim como o estoque de produtos.

Em São Paulo, a Fnac agora mantém apenas duas unidades, na Paulista e no Morumbi. Além disso, traz outras quatro unidades em Brasília, Curitiba, Campinas e Goiânia.

Em maio, os espaços do BH Shopping, em Belo Horizonte, BarraShoppingSul, em Porto Alegre, Ribeirão Shopping, em Ribeirão Preto e Barra Shopping, no Rio, também foram encerrados.

A rede francesa foi repassada para a Cultura em julho do ano passado, que assumiu doze pontos no Brasil, além da presença on-line.

Continua após a publicidade
Publicidade