Clique e assine por apenas 6,90/mês
Na Plateia Por Dirceu Alves Jr. Tudo sobre teatro

“Merlin e Arthur, um Sonho de Liberdade”: Raul Seixas na Távola Redonda

Temas como "Sociedade Alternativa", "Gita", "Eu Nasci Há Dez Mil Anos Atrás" e até "A Maçã" ajudam na dramaturgia do musical

Por Dirceu Alves Jr. - Atualizado em 11 Jul 2019, 14h52 - Publicado em 11 Jul 2019, 14h49

Aproveitar os sucessos de um ídolo como trilha sonora de um musical muitas vezes se revela uma cilada. As canções podem não acrescentar nada à dramaturgia e até atrapalhá-la. Merlin e Arthur, um Sonho de Liberdade — Ao Som de Raul Seixas é uma exceção.

Temas como Sociedade Alternativa, Gita, Eu Nasci Há Dez Mil Anos Atrás e até A Maçã ajudam na com­preen­são do texto de Márcia Zanelatto, que usa a formação da Távola Redonda como metáfora para a luta contra as desigualdades e a busca por independência.

+ Solo com Louise Cardoso mostra a superação de uma mãe.

Paulinho Moska interpreta o Rei Arthur, enquanto Larissa Bracher é Guinevere e Gustavo Machado representa Lancelot. Passou o tempo, e o triângulo amoroso ainda se mostra latente em uma sociedade hipócrita. O trio manda bem. O destaque, porém, fica por conta de Patrick Amstalden na pele do vilão invejoso.

Continua após a publicidade

+ Elenco cria paródia de bastidores do musical.

A atriz Vera Holtz faz uma participação virtual em um telão representando Merlin, um recurso discutível como dramaturgia e encenação mas sedutor para parte dos espectadores. Direção de Guilherme Leme Garcia (150min). Livre. Estreou em 7/6/2019.

+ Teatro Shopping Frei Caneca. Shopping Frei Caneca, 7º andar. Sexta, 20h; sábado, 16h e 20h; domingo, 19h. R$ 50,00 a R$ 150,00. Até 18 de agosto.

Publicidade