Clique e assine por apenas 6,90/mês
Bichos Tudo sobre o mundo pet por Veja São Paulo. Quer sugerir uma pauta? Envie para alice.padilha@abril.com.br

Quarentena: Os perigos da automedicação nos pets

A veterinária Caroline Mouco Moretti alerta sobre os riscos de medicar o pet por conta própria

Por Rafaela Bonilla - Atualizado em 28 Maio 2020, 12h41 - Publicado em 29 Maio 2020, 06h00

Muitos tutores preferem não sair de casa e medicar seu pet por conta própria. A veterinária Caroline Mouco Moretti, diretora da rede VET Popular, faz um alerta sobre o perigo da automedicação e diz que ela nunca deve ocorrer. “O uso incorreto de remédios pode gerar intoxicação ou negligenciar sintomas de doenças graves.” O risco é maior com remédio de humanos, como paracetamol e diclofenaco, altamente tóxicos. Nem todos os medicamentos para cães podem ser dados a gatos, e devem-se levar em conta o peso do animal e as contraindicações. A VET Popular lançou suporte gratuito 24 horas para responder dúvidas pelo WhatsApp 96376-7079.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 3 de junho de 2020, edição nº 2689.

Assine a Vejinha a partir de 6,90.

Publicidade