Oito motivos para adotar um cachorro vira-lata

Deixe de lado o preconceito

Chega de preconceito, minha gente! Acha melhor comprar um cachorro com pedigree do que adotar um vira-lata? Aí vai uma lista com oito motivos para você mudar de ideia:

1. Você não vai gastar nada para adotá-lo

Se o seu sonho é ter um lulu da pomerânia ou um buldogue francês, prepare-se para colocar a mão no bolso. Algumas raças têm preços com mais de três zeros no final. No caso do vira-lata, ou você não vai precisar abrir a carteira ou pagará as razoáveis taxas de adoção das ONGs, que ficam na média dos 50 reais. Em tempo: é claro que precisará arcar com os custos normais de se ter um pet em casa depois da adoção.

2. Você não incentivará o comércio de animais

Não estou dizendo que é sempre assim, mas o mundo das vendas de animais pode ser bastante cruel. Há relatos de criadores cujos ambientes ficam em péssimas condições. Os cruzamentos constantes para chegar a uma raça mais pura resultam em exemplares rejeitados por não atingirem os padrões. E não é triste tratar os bichos como mercadoria? Mostra-se comum, por exemplo, comprar o peludo em um pet shop e, por algum problema, devolvê-lo ou trocá-lo como se fosse uma roupa em uma loja.

+ Oito mitos sobre gatos

O olhar pidão do King, que já foi adotado! (Foto: Lucas Lima)

3. Você abrirá uma vaga para outro cão precisando de ajuda

As ONGs costumam estar lotadas, transbordando de cães. Quando você adota um pet em algum dessas instituições, está abrindo uma vaga para outro animal que precisa de resgate, ou seja, muitas vezes salvando um bicho.

4. Você será responsável por uma mudança na vida deste peludo

Uma nova família tem o poder, por exemplo, de tornar um cão agressivo que vivia nas ruas em um doce de coco carinhoso. Com amor, a vida do totó será transformada para melhor. Garanto também que a sensação de ter ajudado alguém não tem preço.

5. Você pode adotar um adulto

Filhotes costumam dar muito trabalho e demandar mais atenção. Se você preferir ter em casa, logo de cara, um tipo mais estável, opte por um adulto. Os abrigos estão cheios de totós mais velhos, algo difícil de acontecer nos criadores.

Cleo Pires: campanha do grupo Ampara Animal a favor da adoção dos vira-latas

Cleo Pires: campanha do grupo Ampara Animal a favor da adoção dos vira-latas ( Reprodução/Instagram/)

6. Eles são mais resistentes

Diferentemente do que muita gente pensa, isso não ocorre por causa da genética. De acordo com o veterinário Mário Marcondes, do Hospital Sena Madureira, os vira-latas de rua já passaram por uma seleção natural. Só os mais fortes tendem a sobreviver nessas condições e são eles que acabam chegando a nossos lares.

7. Eles estão na moda

Nos últimos tempos, surgiram diversas campanhas a favor da adoção de vira-latas. Muitos famosos já entraram na onda, algo que ajuda a mudar a imagem desses peludos na mídia. Agora, filmes, propagandas e editorias de moda também estrelam cães sem raça definida.

8. Eles são várias raças em um só

Para que ficar escolhendo uma só raça quando se você pode ter uma mistura de pedigrees? Dificilmente, você achará um totó igual ao seu. Os vira-latas são únicos!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s