Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Bichos Tudo sobre o mundo pet

Segurança do Carrefour é acusado de matar cão a pauladas em Osasco

Rede de mercados afirmou que afastou equipe do local até conclusão da apuração do caso

Por Carolina Giovanelli Atualizado em 4 dez 2018, 16h56 - Publicado em 3 dez 2018, 14h32

Uma denúncia rodou as redes sociais nos últimos dias a respeito de um cachorro que teria sido espancado e morto por um segurança de uma unidade do Carrefour, em Osasco, na Grande São Paulo, na quarta (28).

De acordo com relatos, o vira-lata estaria circulando pelo mercado havia uma semana. Por pedido de um superior, o funcionário teria batido no cão e, possivelmente, o envenenado. “Só porque pessoas importantes e diretores da matriz da empresa visitariam a loja. Para fazer ‘bonito’, não queriam o cachorro abandonado rodando por lá“, escreveu Isabela Marcelino, internauta que divulgou o caso. Sua postagem no Facebook tem mais de 19 000 compartilhamentos.

Após a agressão, diz a denúncia, o animal saiu rastejando, deixando um rastro de sangue pelo chão. Chegou a ser recolhido pelo Departamento de Fauna e Bem-Estar Animal da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

O delegado Bruno Lima, eleito deputado estadual, visitou o local no sábado (1º) e afirmou que o agressor deverá ser responsabilizado. Disse ainda que o Departamento de Fauna forneceria um laudo para fazer o boletim de ocorrência e, depois, instaurar-se um inquérito policial.

Continua após a publicidade

No fim de semana, um grupo de ativistas fez uma manifestação dentro da filial. Eles pediram boicote ao negócio.

O Carrefour divulgou uma nota, relatando que afastou a equipe responsável pela segurança do local.

Confira, na íntegra: “A rede informa que repudia veementemente qualquer tipo de maus-tratos. Esclarece ainda que, preventivamente, afastou a equipe responsável pela segurança do local no dia da ocorrência até que a rigorosa apuração em curso seja concluída e as devidas providências adotadas. Reforça também que, assim que notou a presença do animal nas dependências da loja, o acolheu, oferecendo água e comida, até que a equipe do Centro de Controle de Zoonoses de Osasco chegasse ao local para o devido atendimento.

+ Carrefour dá nova versão à morte de cachorro em unidade de Osasco

Continua após a publicidade
Publicidade