Moradora do centro já resgatou 100 animais da Cracolândia

Maria das Graças não tem mais condições de cuidar dos pets e pede ajuda

A paraibana Marias das Graças Bernardino, de 57 anos, mora na região da Cracolândia há quinze anos. No sobrado da Alameda Dino Bueno, na Luz, também aluga quartos para três pensionistas.

Os moradores do endereço dividem espaço com dezenas de animais. De acordo com a senhora, são cerca de setenta cachorros e trinta gatos, que se distribuem pelo quintal, pela sala e pelo quarto da dona. “Agora durmo no sofá”, conta.

De três anos para cá, dona Maria acolhe cães e felinos (quase sempre vira-latas) que encontra abandonados na região famosa pelo tráfico de drogas. “Eles chegam em um estado horrível, atropelados, machucados, doentes…”, diz.

Também já recebeu pets de dependentes químicos que vivem na rua e não têm condições de cuidar das mascotes. “Os ‘nóias’ batem aqui, porque sabem da minha paixão, me pedindo para levar o animal ao veterinário. Mas nunca mais aparecem. Eu fico com dó e pego.”

Alguns dos animais acolhidos por dona Maria

Alguns dos animais acolhidos por dona Maria (Reprodução/Veja SP)

Se precisar, ela também entra no meio do “fluxo”, agora concentrado na Praça Princesa Isabel, para checar a situação dos bichos. “Eu vou lá, levo água e comida. Não tenho medo, o pessoal até gosta que eu apareça para ajudar, eles me conhecem”, conta.

A protetora não possui mais condições, entretanto, de sustentar a matilha ou de receber novos animais. “Não tenho lugar em casa. Gasto pelo menos 500 reais com ração por semana. Tiro das minhas despesas para dar para eles. Isso sem contar o veterinário. Já cheguei a pagar 800 reais em uma única cirurgia”, diz.

Quem quiser ajudar, pode entrar em contato com a senhora pelo telefone (11) 97779-0439. A ONG Celebridade Vira-Lata fez um vídeo contando o drama de dona Maria, com reportagem de Victor Pontes e Sabrina Pires. Assista:

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s