Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

136 edições da revista Fotóptica para estudar

Instituto Moreira Salles disponibiliza publicação, tocada pela família Farkas

Por Tatiane de Assis 1 Maio 2020, 06h00

A Novidades Fotóptica, publicação editada entre 1953 e 1987, é agora disponibilizada virtualmente pelo Instituto Moreira Salles (IMS). As 136 edições existentes podem ser vistas em um diretório no link: revistas.biblioteca.ims. com.br/fotoptica/.

O produto editorial teve diferentes formatos. Até 1967, com cara de jornal, servia também para propagandear produtos do meio. Depois, virou uma revista e ganhou maior densidade ao se aventurar na divulgação de ensaios de nomes como Otto Stupakoff e Claudia Andujar, além de artigos científicos.

Desdobramento do desenvolvimento da fotografia moderna no Brasil, a Novidades Fotóptica nasceu de uma loja de equipamentos fundada pelo pai de Thomaz Farkas (1924­2011).

O húngaro abrasileirado, autor da foto acima, assumiria mais tarde o estabelecimento que teve como um de seus endereços a Rua São Bento, na região central da cidade. As experimentações, que o tornariam um dos grandes nomes da linguagem, junto com seus colegas de Foto Cine Clube Bandeirantes, também seriam responsáveis por projetar a publicação no mercado de arte para o resto do mundo.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade